domingo, outubro 17, 2021
InícioItaguaíBuracos dificultam acesso ao Arco Metropolitano em Itaguaí

Buracos dificultam acesso ao Arco Metropolitano em Itaguaí

Motoristas precisam desviar das depressões no asfalto para acessar uma das principais rodovias do estado, onde a insegurança e a falta iluminação são também alvos das reclamações de quem utiliza a via todos os dias  Quem acessa o Arco Metropolitano, em Itaguaí, corre o risco de ser assaltado ou ter uma peça do veículo danificada. Tudo isso por conta de mais de 10 buracos num pequeno trecho de aproximadamente 20 metros de asfalto até o acesso à via, no sentido Itaboraí. No pequeno trecho, onde ainda há um quebra-molas, motoristas levam um bom tempo para atravessar o local, que mais parece um campo minado, só que de buracos, um maior que outro. Quem vem do Porto de Itaguaí seguindo para o Rio de Janeiro também precisa desviar de outras duas crateras visíveis cerca de 100 metros antes de acessar a Rodovia Rio-Santos. À noite, a

Motoristas precisam desviar das depressões no asfalto para acessar uma das principais rodovias do estado, onde a insegurança e a falta iluminação são também alvos das reclamações de quem utiliza a via todos os dias 

Quem acessa o Arco Metropolitano, em Itaguaí, corre o risco de ser assaltado ou ter uma peça do veículo danificada. Tudo isso por conta de mais de 10 buracos num pequeno trecho de aproximadamente 20 metros de asfalto até o acesso à via, no sentido Itaboraí. No pequeno trecho, onde ainda há um quebra-molas, motoristas levam um bom tempo para atravessar o local, que mais parece um campo minado, só que de buracos, um maior que outro.

Quem vem do Porto de Itaguaí seguindo para o Rio de Janeiro também precisa desviar de outras duas crateras visíveis cerca de 100 metros antes de acessar a Rodovia Rio-Santos. À noite, a atenção nesses dois acessos tem que ser redobrada, já que o local é escuro e o motorista é obrigado a diminuir a velocidade, correndo o risco de ser assaltado ou de causar acidentes.

Por conta dos buracos, ônibus com funcionários das empresas localizadas no complexo portuário de Itaguaí, veículos de passeio e carretas enfrentam frequentes congestionamentos, tanto na chegada pela manhã, quanto no final do expediente, refletindo no fluxo da Rio-Santos. 

Nesta segunda-feira (20), um pneu de caminhão foi colocado na cratera maior para alertar os motoristas que vão acessar a Rio-Santos. Porém, na manhã desta terça-feira (21), a equipe de reportagem do ATUAL esteve no local e constatou que o pneu sobre o buraco, alertando os motoristas, foi retirado.

O ATUAL fez contato por meio de e-mail com a Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) do Estado do Rio de Janeiro, responsável pela manutenção da rodovia. Em resposta, o Dnit informou que através do Edital Pregão nº 0434/18-17, está contratando uma empresa especializada para prestação de serviços e obras de manutenção rodoviária, o que inclui recuperação e conservação no Arco Metropolitano, cuja vencedora deverá ser conhecida na próxima semana.

O Dnit informou ainda que, quanto à segurança da via, por se tratar de uma rodovia federal, essa responsabilidade está a cargo da Policia Rodoviária Federal (PRF). A assessoria de comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou, por sua vez, que o patrulhamento nas rodovias federais que cortam o estado do Rio de Janeiro, inclusive o Arco Metropolitano (BR-493), com uso de viaturas, motocicletas e uma aeronave (helicóptero), é realizado diuturnamente. “Nosso policiamento é dinâmico, não ficamos estáticos em determinados locais. Periodicamente são feitas operações em pontos sensíveis das rodovias, baseadas em informações de registros de crimes e acidentes. A cooperação e troca de informações de inteligência e operacionais com outras instituições de segurança pública é uma premissa orientadora da atuação da PRF no estado, substanciando as ações de combate ao crime e identificação de criminosos”, informou a assessoria da PRF.

A PRF informa que as denúncias podem ser feitas através do telefone 191.

FOTO WELINGTON CAMPOS
BURACOS DIFICULTAM também o acesso a Rodovia Rio-Santos, no sentido Rio de Janeiro

WELINGTON CAMPOS

welington.campos@jornalatual.com.br

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!