domingo, novembro 28, 2021
InícioPoderTCM alerta sobre acidente ambiental em Seropédica

TCM alerta sobre acidente ambiental em Seropédica

O Tribunal de Contas do Município (TCM) alertou as autoridades para o risco de grave acidente ambiental decorrente de um possível vazamento de chorume no Centro de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos do Rio de Janeiro (CTR – Rio). O Alerta foi feito após uma vistoria no aterro sanitário entre 11 de março e 9 de abril deste ano. De acordo com o relatório, a geração de chorume está 48,6% acima da capacidade de tratamento previsto para a Estação de Tratamento de Chorume (ETC) na licença de operação firmada com a empresa Ciclus Ambiental do Brasil. Ainda segundo o Corpo Técnico do TCM, a empresa trata menos do que o previsto no acordo. Uma das soluções encontradas pela empresa foi enviar para tratamento externo cerca de 24 carretas cheias de resíduo por dia. O relatório mostra ainda que se nada for feito em breve podem ocorrer pa

O Tribunal de Contas do Município (TCM) alertou as autoridades para o risco de grave acidente ambiental decorrente de um possível vazamento de chorume no Centro de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos do Rio de Janeiro (CTR – Rio). O Alerta foi feito após uma vistoria no aterro sanitário entre 11 de março e 9 de abril deste ano.

De acordo com o relatório, a geração de chorume está 48,6% acima da capacidade de tratamento previsto para a Estação de Tratamento de Chorume (ETC) na licença de operação firmada com a empresa Ciclus Ambiental do Brasil. Ainda segundo o Corpo Técnico do TCM, a empresa trata menos do que o previsto no acordo. Uma das soluções encontradas pela empresa foi enviar para tratamento externo cerca de 24 carretas cheias de resíduo por dia.

O relatório mostra ainda que se nada for feito em breve podem ocorrer paralisações do tratamento interno e do envio para tratamento externo. Podendo ocorrer um acidente ambiental com o lançamento de mais de dois milhões de litros de chorume por dia nas vizinhanças do aterro.

O TCM estipulou um prazo de 15 dias para que a Prefeitura do Rio apresente um plano de ação, com os respectivos cronogramas e responsáveis.

A empresa Ciclus Ambiental divulgou uma nota esclarecendo que o relatório do TCM foi provocado por uma representação da própria empresa, que alertou órgãos fiscalizadores sobre a inadimplência da Prefeitura do Rio e suas possíveis consequências futuras. A empresa informou que cumpre rigorosamente todas as etapas do correto gerenciamento do chorume, entre coleta, armazenamento e tratamento.

A nota diz ainda que apesar da intermitência dos pagamentos da Prefeitura do Rio, em nenhum momento a Ciclus Ambiental deixou de executar os serviços de tratamento de chorume. E pede que os órgãos de fiscalização recomendem prioritariamente o pagamento imediato da dívida, o que afastaria qualquer possibilidade de risco ambiental futuro.

A Comlurb disse que ainda não foi notificada e não conhece o conteúdo do relatório do TCM.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!