sexta-feira, outubro 22, 2021
InícioSem categoriaPolícias Militar e Civil do Rio terão reajuste do Regime Adicional de...

Polícias Militar e Civil do Rio terão reajuste do Regime Adicional de Serviço

Policiais civis e militares terão reajuste do Regime Adicional de Serviço (RAS). A medida foi anunciada na quinta-feira (2) pelo governador do Rio Wilson Witzel. Os novos valores correspondem a um aumento de, em média, 45% para cada faixa de escala de trabalho. Atualmente, o valor mínimo praticado pelo Governo do Estado é de R$ 112,50, que passará para R$ 166,55 para agentes que atuam por 6 horas de trabalho. Já para aqueles que trabalham por 12 horas, o valor máximo, que hoje é de R$ 375, chegará a R$ 555,16.  Segundo o governo, a medida não causará impacto aos cofres públicos da administração estadual, nem mesmo aumento dos gastos, mantendo inalterado o valor total permitido pelo Orçamento estadual. O reajuste do benefício será possível em virtude da otimização de algumas Unidades de Polícia Pacificadora e da reorganização

Policiais civis e militares terão reajuste do Regime Adicional de Serviço (RAS). A medida foi anunciada na quinta-feira (2) pelo governador do Rio Wilson Witzel. Os novos valores correspondem a um aumento de, em média, 45% para cada faixa de escala de trabalho. Atualmente, o valor mínimo praticado pelo Governo do Estado é de R$ 112,50, que passará para R$ 166,55 para agentes que atuam por 6 horas de trabalho. Já para aqueles que trabalham por 12 horas, o valor máximo, que hoje é de R$ 375, chegará a R$ 555,16. 

Segundo o governo, a medida não causará impacto aos cofres públicos da administração estadual, nem mesmo aumento dos gastos, mantendo inalterado o valor total permitido pelo Orçamento estadual. O reajuste do benefício será possível em virtude da otimização de algumas Unidades de Polícia Pacificadora e da reorganização da estrutura do RAS na Polícia Civil. Os novos valores passam a vigorar a partir de sexta (03), quando o decreto será publicado no Diário Oficial.

O Regime Adicional de Serviço (RAS) institucionaliza o trabalho dos agentes de segurança em dias de folga e/ou férias, de forma a complementar a renda dos profissionais, reforçando o patrulhamento no estado.

O governo planeja a ampliar a medida para bombeiros e agentes penitenciários.

Novos valores do RAS

Para os policiais que atuam com a carga horária de seis horas de trabalho, o aumento será nos seguintes valores: Nível A, de R$ 187,50 para R$ 277,58; Nível B; de R$ 150 para R$ 222,06 e Nível C, de R$ 112,50 para R$ 166,55.

O reajuste para os policiais que fazem turnos de oito horas será: Nível A, de R$ 250 para R$ 370,10; Nível B, de R$ 200 para R$ 296,08 e Nível C, de R$ 150,00 para R$ 222.

Já os profissionais que trabalham na escala de 12 horas terão o seguinte aumento: Nível A, de R$ 375 para R$ 555,16; Nível B, de R$ 300 para R$ 444,12 e Nível C, de R$ 225 para R$ 333,09.  

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!