domingo, novembro 28, 2021
InícioPoderVereador denuncia contratações de comissionados em Itaguaí

Vereador denuncia contratações de comissionados em Itaguaí

A abertura dos trabalhos da sessão da Câmara Municipal de Itaguaí (CMI), na terça-feira (19), foi marcada por mais uma denúncia feita pelo vereador André Amorim (PR), que usou a tribuna após a leitura dos expedientes recebidos e expedidos. O parlamentar iniciou seu pronunciamento destacando os descasos com a educação. Segundo ele, telhados de escolas estão caindo e nas merendas escolares são servidas apenas arroz e frango. Diante de dados obtidos no próprio site da Prefeitura de Itaguaí, André Amorim informou que os diários oficiais do mês de fevereiro trazem, até agora, 58 nomeações de contratados e comissionados. “Enquanto isso, servidores efetivos continuam com seus direitos congelados, mas a prefeitura continua nomeando. A cidade continua cheia de problemas, mas o prefeito continua nomeando. Só estou expondo isso porque esse abs

A abertura dos trabalhos da sessão da Câmara Municipal de Itaguaí (CMI), na terça-feira (19), foi marcada por mais uma denúncia feita pelo vereador André Amorim (PR), que usou a tribuna após a leitura dos expedientes recebidos e expedidos. O parlamentar iniciou seu pronunciamento destacando os descasos com a educação. Segundo ele, telhados de escolas estão caindo e nas merendas escolares são servidas apenas arroz e frango.

Diante de dados obtidos no próprio site da Prefeitura de Itaguaí, André Amorim informou que os diários oficiais do mês de fevereiro trazem, até agora, 58 nomeações de contratados e comissionados. “Enquanto isso, servidores efetivos continuam com seus direitos congelados, mas a prefeitura continua nomeando. A cidade continua cheia de problemas, mas o prefeito continua nomeando. Só estou expondo isso porque esse absurdo passa pelo nosso controle também. Precisamos saber o que está acontecendo em Itaguaí. A CMI precisa saber se posicionar. Se tem dinheiro para pagar contratados e comissionados, por que não pagar o servidor efetivo? Está cheirando a fazer política com o dinheiro do povo”, denunciou.

Após a manifestação de Amorim, a sessão seguiu com aprovação de moções, indicações e pareceres. Dentre as indicações, os vereadores aprovaram, por unanimidade, a do vereador Ivan Charles (PSB), que solicita ao Poder Executivo que supra a carência de professores mediadores, intérpretes libras e professores de braile nas escolas com alunos deficientes auditivos e visuais. “Assim como disse o colega André Amorim, que só no mês de fevereiro foram nomeadas 58 pessoas, a maioria na Secretaria de Esporte, a gente não vê no município tanto projeto esportivo para nomear tantas pessoas na Secretaria de Esporte. E a carência de professores mediadores nas escolas é de longa data, como venho cobrando desde o início do mandato. Por que não esse governo não contrata os professores mediadores, de libras e braile para suprir a carência dessas escolas que precisam? Cadê os projetos esportivos dessa cidade?”, cobrou o vereador.

WELINGTON CAMPOS

welington.campos@jornalatual.com.br

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!