segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioSeropédicaEmenda parlamentar destina R$ 1 milhão para construir restaurante popular em Seropédica

Emenda parlamentar destina R$ 1 milhão para construir restaurante popular em Seropédica

Verba federal também foi separada para construção de centro de treinamento esportivo

A depender de investimento federal, Seropédica terá um restaurante popular e um centro de treinamento esportivo. Ambos os empreendimentos se tornarão viáveis graças a emendas parlamentares apresentadas pelo deputado Márcio Labre (PSL). As informações foram publicadas pelo site O Fluminense no último dia 4 de fevereiro.

O parlamentar teria se encontrado com o prefeito Professor Lucas e técnicos da Procuradoria-Geral do município para acertar os detalhes da destinação dos recursos. O deputado definiu o valor da emenda de R$ 1 milhão para o restaurante popular. Os envolvidos afirmaram a intenção de direcionar a verba ainda em 2022 para que no próximo ano o espaço já esteja em funcionamento. Já para o centro de treinamento esportivo, o valor destinado seria de R$ 600 mil.

Ainda de acordo com a matéria publicada no site, o deputado Marcio Labre declarou que, com os dois empreendimentos, Seropédica caminha para ser uma cidade também voltada para a prática de esportes, além de receber um incremento na alimentação popular, com o restaurante. Ele acredita que lazer e comida saudável irão melhorar a qualidade de vida no município, com benefícios para pessoas de todas as idades.

O ATUAL pediu que a Prefeitura de Seropédica confirmasse as informações, mas até o momento não recebeu resposta.

EMENDA PARLAMENTAR

De acordo com a Constituição, a emenda parlamentar é o instrumento que o Congresso Nacional possui para participar da elaboração do orçamento anual.
Em outras palavras é a oportunidade que os deputadostêm de acrescentarem novas programações orçamentárias com o objetivo de atender as demandas das comunidades que representam. Ou seja, é por meio das emendas que deputados federais podem influenciar no que o dinheiro público será gasto.

No Brasil, quem elabora o orçamento (ou seja, o documento que define quanto dinheiro o governo pretende arrecadar e gastar durante o ano) é o poder Executivo (presidente, governadores e prefeitos). Por isso, a participação direta dos parlamentares nessas decisões é feita por meio das emendas (Fonte: Plataforma +Brasil).

A HISTÓRIA DO RESTAURANTE POPULAR

O primeiro restaurante popular do Brasil seria inaugurado em 1988, em Belo Horizonte, nos últimos dias de gestão do prefeito Sérgio Ferreira. A inauguração acabou não acontecendo porque a caldeira teria estourado na noite anterior à inauguração. Assim, nenhuma refeição chegou a ser servida no local.

O sucessor de Ferrara, Pimenta da Veiga (PSDB), cedeu o espaço à iniciativa privada, que cobrava uma refeição a preço de mercado, sem o subsídio do poder público. O negócio deixou de funcionar em apenas alguns meses.

As portas ficaram fechadas até que o governo de Patrus Ananias, em 1994,  reformou o prédio e finalmente colocou a casa para servir refeições balanceadas e de alta qualidade para a população carente a apenas R$ 1.

 A política pública teve um sucesso tão estrondoso que representantes dos governos Mário Covas (São Paulo), Anthony Garotinho (Rio de Janeiro), Olívio Dutra (Rio Grande do Sul) e o próprio Lula foram a BH para ver como funcionava. A iniciativa foi transformada em um programa federal de combate à fome e atualmente é copiado em todos os estados do Brasil, além de países como China, Indonésia, Inglaterra e Alemanha.

Veja mais de:
Matérias relacionadas

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!