sábado, outubro 23, 2021
InícioSem categoriaPolícia prende mulheres suspeitas de torturar criança em Seropédica

Polícia prende mulheres suspeitas de torturar criança em Seropédica

Agentes 48ª DP (Seropédica) prenderam na quarta- feira (16), um casal de mulheres suspeito de espancar uma criança, filha de uma delas, de apenas dois anos e 11 meses, em Seropédica. De acordo com as investigações, comprovaram que Gabriela Elias da Silva, de 29 anos, e Larissa Rodrigues da Silva, de 20, castigavam fisicamente e penalizavam a criança mandando a ficar em pé e de rosto colado à parede por 3 minutos, tempo correspondente à idade dela. Segundo a polícia, há indícios de que a criança tenha sido jogada ou tenha caído de uma escada ao evitar agressões praticadas por Gabriela. As lesões compatíveis com queda de altura foram constatadas em exame médico. A delegacia concluiu que as versões apresentadas pelas autoras são “conflitantes e com constantes alterações”. As agressões ganharam visibilidade devid

Agentes 48ª DP (Seropédica) prenderam na quarta- feira (16), um casal de mulheres suspeito de espancar uma criança, filha de uma delas, de apenas dois anos e 11 meses, em Seropédica.

De acordo com as investigações, comprovaram que Gabriela Elias da Silva, de 29 anos, e Larissa Rodrigues da Silva, de 20, castigavam fisicamente e penalizavam a criança mandando a ficar em pé e de rosto colado à parede por 3 minutos, tempo correspondente à idade dela.

Segundo a polícia, há indícios de que a criança tenha sido jogada ou tenha caído de uma escada ao evitar agressões praticadas por Gabriela. As lesões compatíveis com queda de altura foram constatadas em exame médico.

A delegacia concluiu que as versões apresentadas pelas autoras são “conflitantes e com constantes alterações”.

As agressões ganharam visibilidade devido a postagens feitas pela tia da criança em redes sociais, inclusive com fotografias onde ela aparecia com diversos ferimentos e “olho roxo”.  As mulheres foram indiciadas por tortura e os agentes continuam a fazer diligências na busca de testemunhas e evidências para esclarecer o crime.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!