sexta-feira, outubro 22, 2021
InícioPoderMinistério Público é contra pedido de Abeilardinho para suspensão de sessão de...

Ministério Público é contra pedido de Abeilardinho para suspensão de sessão de hoje na Câmara

Na dura batalha que busca travar na Justiça na tentativa de se manter no cargo, junto com o seu líder, o prefeito Carlo Busatto Junior, o Charlinho; o vice-prefeito de Itaguaí, Abeilard Goulart de Souza Filho, o Abeilardinho, a priori não foi bem sucedido na solicitação que fez ao Judiciário, pleiteando uma liminar para que não houvesse sessão que pode cassá-lo novamente, bem como Charlinho, atual prefeito, na sessão marcada para hoje, a partir das 18h, na Câmara Municipal de Itaguaí

Em despacho assinado na madrugada desta terça-feira, a promotora de Justiça Christiane Louzão Costa de Souza, do Plantão Judiciário, opinou pelo indeferimento da liminar, impondo uma derrota e tanto para as pretensões da dupla, de continuar à frente da Prefeitura de Itaguaí, situação ameaçada pelo conteúdo do relatório final da Comissão Especial Proce

Na dura batalha que busca travar na Justiça na tentativa de se manter no cargo, junto com o seu líder, o prefeito Carlo Busatto Junior, o Charlinho; o vice-prefeito de Itaguaí, Abeilard Goulart de Souza Filho, o Abeilardinho, a priori não foi bem sucedido na solicitação que fez ao Judiciário, pleiteando uma liminar para que não houvesse sessão que pode cassá-lo novamente, bem como Charlinho, atual prefeito, na sessão marcada para hoje, a partir das 18h, na Câmara Municipal de Itaguaí

Em despacho assinado na madrugada desta terça-feira, a promotora de Justiça Christiane Louzão Costa de Souza, do Plantão Judiciário, opinou pelo indeferimento da liminar, impondo uma derrota e tanto para as pretensões da dupla, de continuar à frente da Prefeitura de Itaguaí, situação ameaçada pelo conteúdo do relatório final da Comissão Especial Processante (CEP) 004/2019, que se debruçou na acusação de prática de nepotismo.

O pedido de abertura da CEP foi protocolado no dia 26 de novembro de 2019, pela servidora municipal Hellen Oliveira Senna, que é dirigente do Movimento Unificado dos Servidores de Itaguaí e do Sindicato Municipal dos Servidores da Saúde. Ela oficializou o pedido com base em reportagem noticiada pela TV Globo. De acordo com a denúncia, que conta com mais de 100 páginas, há dezenas de pessoas envolvidas na prática de nepotismo na Prefeitura de Itaguaí.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!