sábado, outubro 23, 2021
InícioSem categoriaDe Olho na Bola - Fla comemora no Maraca chegada às semifinais

De Olho na Bola – Fla comemora no Maraca chegada às semifinais

Niland Carneiro Depois da batalha lá no Sul, quando encarou e saiu com a vaga para as semifinais da Libertadores, ao empatar com o Inter em 1 x 1, o Mengão retoma seus compromissos no Brasileiro, recebendo o cambaleante Palmeiras, cujo técnico Felipão tenta juntar os cacos da derrota para o Grêmio, em casa. O encontro será às 16h do domingo, no Maracanã, claro como se fosse jogo comemorativo. Afinal, tem muito torcedor rubro-negro que não era nem nascido na última vez quando o clube chegou onde está nesta competição. Esquecimento Quanto à façanha, o resultado era mais ou menos previsível, porque o Inter, no todo, não dá nem para chegar perto do Fla, em se tratando da qualidade individual dos dois elencos. E foi esse efetivo diferencial que pesou na balança da classificação. Empurrado pela torcida (repito, torcida não ganha jogo

Niland Carneiro

Depois da batalha lá no Sul, quando encarou e saiu com a vaga para as semifinais da Libertadores, ao empatar com o Inter em 1 x 1, o Mengão retoma seus compromissos no Brasileiro, recebendo o cambaleante Palmeiras, cujo técnico Felipão tenta juntar os cacos da derrota para o Grêmio, em casa. O encontro será às 16h do domingo, no Maracanã, claro como se fosse jogo comemorativo. Afinal, tem muito torcedor rubro-negro que não era nem nascido na última vez quando o clube chegou onde está nesta competição.

Esquecimento

Quanto à façanha, o resultado era mais ou menos previsível, porque o Inter, no todo, não dá nem para chegar perto do Fla, em se tratando da qualidade individual dos dois elencos. E foi esse efetivo diferencial que pesou na balança da classificação. Empurrado pela torcida (repito, torcida não ganha jogo), o colorado foi pra cima e se deu mal. Esqueceram dos rápidos e excelentes Bruno Henrique e Gabigol. Cochilaram e, aí já era.  Lembro que, por diversas vezes, esse mesmo fato já ocorreu com o Flamengo e com outros grandes times. Fica a lição: se torcida ganhasse jogo, a China era campeã do mundo.

Euforia

Ainda no domingo, mas às 19h, o Vasco estará no Mineirão, tentando mostrar à Raposa o mesmo repertório apresentado contra o São Paulo, na rodada anterior. Torcedores vascaínos ainda lambem os beiços, como se a vitória fosse um pudim, porque há muito não sentiam sabor igual. A estrela da companhia do elenco da Colina agora é o menino Thales, que está com a bola mais cheia que câmara de ar de pneu de carreta. Mas, como diria vovó, cautela e caldo de frango não fazem mal a ninguém.

Bronca

Quem abre a rodada é o Fogão, sábado, contra o eliminado Inter, no Beira Rio, às 21h. A galera não está nada satisfeita, por causa do último resultado, 0 x 0 contra a Chapecoense, no Engenhão. O clima está esquisitíssimo em General Severiano. E fechando a rodada, a 17ª, o Fluminense enfrenta o Avaí, último colocado, mas a apenas 5 pontos do tricolor, ambos no grupo dos desesperados. Para ganhar sobrevida, o time terá que vencer e torcer para que a Chapecoense não surpreenda o Santos, lá em Chapecó. O jogo desta quinta-feira, contra o Corinthians, pela Sul Americana, não pode ser levado em conta, embora não saibamos o resultado.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!