sexta-feira, outubro 22, 2021
InícioPoderENTREVISTA: vereador Carlos Alberto Ferreira Graçano, presidente da Câmara Municipal de Mangaratiba

ENTREVISTA: vereador Carlos Alberto Ferreira Graçano, presidente da Câmara Municipal de Mangaratiba

Popularmente conhecido como Charlies da Vídeo Locadora, presidente da Câmara Municipal de Mangaratiba fala sobre o trabalho no Legislativo e, também, no Executivo Apesar do aperto administrativo que passou, ao assumir o Poder Executivo de Mangaratiba num momento politicamente conturbado, o que não lhe deu muitas chances de realizar grandes projetos, o vereador Charlies da Vídeo Locadora é um entusiasta das cidades. “Elas são viáveis, mas tem de seguir a forma correta”, sentencia ele, depois de exercer a interinidade até a posse do atual prefeito. “Nos últimos tempos fui o primeiro prefeito com data para entrar e data para sair”, brincou ele, ao conceder a presente entrevista, falando sobre sua passagem pelo Executivo, as preocupações agora como chefe do Legislativo, suas impressões sobre os seis meses do primeiro período legislativo

Popularmente conhecido como Charlies da Vídeo Locadora, presidente da Câmara Municipal de Mangaratiba fala sobre o trabalho no Legislativo e, também, no Executivo

Apesar do aperto administrativo que passou, ao assumir o Poder Executivo de Mangaratiba num momento politicamente conturbado, o que não lhe deu muitas chances de realizar grandes projetos, o vereador Charlies da Vídeo Locadora é um entusiasta das cidades. “Elas são viáveis, mas tem de seguir a forma correta”, sentencia ele, depois de exercer a interinidade até a posse do atual prefeito. “Nos últimos tempos fui o primeiro prefeito com data para entrar e data para sair”, brincou ele, ao conceder a presente entrevista, falando sobre sua passagem pelo Executivo, as preocupações agora como chefe do Legislativo, suas impressões sobre os seis meses do primeiro período legislativo e sobre o futuro:

ATUAL – Que balanço o senhor faz desse primeiro período legislativo de 2019?

Charlies da Vídeo Locadora – Foi um período que passamos arrumando a casa, depois de os três últimos presidentes terem prisão decretada. Abaixamos valores de vários contratos, tiramos funções gratificadas, cortamos assessores. Acredito que estou conseguindo trabalhar conforme o Tribunal de Contas.

É possível quantificar a economia após essas providências?

Vou te dar o exemplo da gráfica: baixamos os gastos de R$ 900 mil para R$ 400 mil. Nós deixamos de receber R$ 350 mil por mês em função do duodécimo e a Câmara de Mangaratiba não deixou de andar. Cortamos mais de R$ 100 mil de funções gratificadas.

Qual a sua expectativa em relação a esse segundo período legislativo?

Será tão importante quanto o primeiro. Vamos estudar a Lei Orçamentária Anual e tenho a expectativa de que o duodécimo deve aumentar, vamos estudar isso e continuar trabalhando em conjunto com o Executivo para o melhor desenvolvimento de Mangaratiba.

Que outras prioridades estão na pauta do Legislativo?

A mais importante é a Lei Orçamentária Anual, porque ela define todo o trabalho do Executivo para próximo ano. Então temos que estudá-la com muito carinho.

Que áreas merecem mais atenção no futuro orçamento?

Sempre a Educação e a Saúde, mas temos que olhar com muito carinho também a Ordem Pública, já que Mangaratiba recebe no verão o que equivale a mais de dez vezes a sua população. Já me coloquei à disposição do prefeito para estudarmos esse assunto, porque fica tudo muito complicado.

Como o Legislativo pode colaborar efetivamente nesse sentido?

Com projetos de lei, ideias. Nós temos aqui vereadores de todos os distritos da cidade e eles conhecem os problemas locais, assim podem contribuir para solucioná-los.

A que tipo de problemas o senhor se refere?

Olha só: no verão passado tivemos assassinato, roubo de carro, roubo a pedestre, baderna na praia. Hoje em Muriqui há casas razoáveis com placa de venda. As pessoas não conseguem passar o verão aqui. Vão ficar só no frio?

E por falar nisso, entre 2017 e 2017 Mangaratiba esteve inserida no Programa de Desenvolvimento do Turismo. Houve continuidade nessa participação?

Não tenho conhecimento, mas o que aprovamos foi a criação da Fundação de Turismo de Mangaratiba, um projeto do vereador Rodrigo Bondim, para trazer verba federal para dinamizar o turismo na cidade. Vamos embarcar nessa onda do presidente Bolsonaro, de investir na Costa Verde.

O senhor exerceu o cargo de prefeito durante uma interinidade. Essa experiência deu pra fazê-lo acreditar que as cidades são viáveis?

Quando assumi eu aproveitei a integração com os vereadores, com o Legislativo. Esse é o caminho para as cidades, mas tem de seguir a forma correta. Nos últimos tempos fui o primeiro prefeito com data para entrar e data para sair, mas as experiências que acumulei não foram boas.

Por quê?

Fui obrigado por ordem judicial a demitir muita gente, não consegui realizar uma obra de vulto, porque nenhum empresário queria fazer obra sem ter a garantia de que iria receber, dada a instabilidade política que marcou a cidade no período anterior a minha atuação na prefeitura. Mas eu consegui que não faltasse merenda nas escolas e insumos nos postos de saúde e no Hospital Municipal Victor de Souza Breves. Fizemos a iluminação artística a custo zero; implantamos a sinalização em ruas; e inaugurei a Faetec, dando sequência ao processo que encontrei. O mesmo se refere às seis ambulâncias e aos dois ônibus escolares. E também implantamos o alvará online, em parceria com a Junta Comercial do Rio. Em dois meses acabamos com o lixão. Chamei o cara do contrato e falei pra ele que se não aumentasse o número de carretas eu ia ao Ministério Público.

O senhor disse que as experiências não foram boas, mas houve conquistas?

Sim! Tivemos conquistas, mas trabalhei todos os dias.

O que o chefe do Poder Legislativo tem a finalizar, dirigindo-se à população?

Sou um cara legal! Meu gabinete está aberto aos moradores, convido-os a visitarem a Câmara Municipal de Mangaratiba e cobrem mais, mas o que é de direito. Estaremos aqui sempre para somar.

RENATO REIS

renato.reis@jornalatual.com.br

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!