quinta-feira, outubro 21, 2021
InícioSem categoriaEx-candidato a prefeito de Seropédica é assassinado

Ex-candidato a prefeito de Seropédica é assassinado

CRIME

Um dos mais combativos críticos da atual gestão Municipal em Seropédica, o empresário, conhecido popularmente como Miguelzinho, foi morto a tiros na manhã de domingo (11), em uma padaria no bairro Boa Esperança

Conhecido por denunciar irregularidades na gestão municipal, Miguelzinho teve sua voz silenciada.

 

Segundo a polícia, testemunhas contam que um homem com fuzil, que vestia casaco preto e uma máscara de carnaval, parou ao lado, na padaria, e fez vários disparos contra a vítima, que morreu na hora.

Em 2016, o empresário foi candidato a prefeito do município pelo PMB, e denunciava irregularidades na prefeitura. Segundo informações de amigos, o candidato já havia tido sua casa invadida e recebia ameaças de morte. Ainda de acordo com os amigos, a fam

CRIME

Um dos mais combativos críticos da atual gestão Municipal em Seropédica, o empresário, conhecido popularmente como Miguelzinho, foi morto a tiros na manhã de domingo (11), em uma padaria no bairro Boa Esperança

Conhecido por denunciar irregularidades na gestão municipal, Miguelzinho teve sua voz silenciada.

 

Segundo a polícia, testemunhas contam que um homem com fuzil, que vestia casaco preto e uma máscara de carnaval, parou ao lado, na padaria, e fez vários disparos contra a vítima, que morreu na hora.

Em 2016, o empresário foi candidato a prefeito do município pelo PMB, e denunciava irregularidades na prefeitura. Segundo informações de amigos, o candidato já havia tido sua casa invadida e recebia ameaças de morte. Ainda de acordo com os amigos, a família dele até havia mudado de país.  Durante um período, o ativista chegou a usar colete a prova de balas e usar carro blindado.

Crime político

Miguelzinho de Seropédica é o segundo político morto em menos de três semanas na cidade. No dia 25 de outubro, Rafael Siqueira Cardoso, suplente de vereador, também foi morto a tiros enquanto tomava café na mesma padaria.

A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense investiga os casos.

 

 

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!