terça-feira, dezembro 7, 2021
InícioItaguaíComunidade da Ilha Marambaia ajuíza notificação contra a Enel

Comunidade da Ilha Marambaia ajuíza notificação contra a Enel

Arqimar ajuizou notificação extrajudicial contra a concessionária Enel e cobra providências para as constantes interrupções de energia na ilha Os constantes apagões na Ilha da Marambaia, que chegam a durar mais de 48 horas sem o fornecimento de energia, motivou a Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo da Ilha da Marambaia (Arqimar) a ajuizar uma notificação extrajudicial contra a concessionária de energia Enel. No sábado (23), mais uma queda de energia causou transtornos aos moradores, desta vez por 24h. Segundo o comandante do Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia, capitão de mar-e-guerra Max Guilherme de Andrade e Silva, o restabelecimento da energia só ocorreu às 18h30, de domingo (24). De acordo com a notificação extrajudicial ajuizada pela Arqimar, a Enel terá que tomar providências para as constantes interrupções

Arqimar ajuizou notificação extrajudicial contra a concessionária Enel e cobra providências para as constantes interrupções de energia na ilha

Os constantes apagões na Ilha da Marambaia, que chegam a durar mais de 48 horas sem o fornecimento de energia, motivou a Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo da Ilha da Marambaia (Arqimar) a ajuizar uma notificação extrajudicial contra a concessionária de energia Enel. No sábado (23), mais uma queda de energia causou transtornos aos moradores, desta vez por 24h. Segundo o comandante do Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia, capitão de mar-e-guerra Max Guilherme de Andrade e Silva, o restabelecimento da energia só ocorreu às 18h30, de domingo (24).

De acordo com a notificação extrajudicial ajuizada pela Arqimar, a Enel terá que tomar providências para as constantes interrupções de energia, que chegam há durar cinco dias, e vem causando prejuízos às famílias da comunidade. “Solicitamos a Enel que reveja o posicionamento adotado, uma que vez que o fornecimento de energia não tem atendido às expectativas dos moradores, que vem perdendo seus materiais elétricos, eletrônicos e produtos perecíveis”, reclamam os moradores.

O documento ressalta que a falta de energia causa impactos negativos em tratamentos por uso de nebulizadores, climatização e no rendimento escolar. O texto cita o artigo 22 do Código de Defesa do Consumidor, segundo o qual os prestadores de serviços públicos são obrigados a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, contínuo. “Nessa esteira, existe clara falha na prestação de serviço prestado por esta empresa, uma vez que não tem sido feita a manutenção preventiva na rede elétrica, que se encontra visivelmente precária”, diz o texto.

Na ação, a comunidade espera providências da Enel, que tem prazo de 15 dias, a contar do recebimento do documento. “Caso contrário, medidas judiciais cabíveis terão de ser tomadas”, diz a notificação para a Enel,  assinada pelo presidente da Arqimar, Fábio Alves Marçal.

O comandante do Cadim, Max Guilherme, informou que vai encaminhar, nesta terça-feira (26), um ofício circunstanciado para Enel, cobrando uma atitude sobre as constantes quedas de energia na ilha.  “Esse ofício é a última forma de diálogo para que eles tomem uma atitude diante de tanta ineficiência na prestação do serviço. A empresa precisa dizer a falta de eficiência no serviço, quando foi, como foi e o que originou os prejuízos que foram causados”, ressaltou o comandante, destacando que esse é o último passo antes de esgotar o diálogo.

O ATUAL entrou em contato, por e-mail, com a assessoria de imprensa da Enel. Segundo a empresa, uma falha na rede elétrica causou a interrupção do fornecimento de energia para a região da Marambaia no sábado (23). A companhia acrescentou que o fornecimento foi completamente restabelecido no domingo (24), no início da tarde. A Enel acrescentou ainda que equipes da companhia estão no local fazendo uma inspeção adicional para atuação de forma preventiva e a manutenção da rede.

WELINGTON CAMPOS

Welington.campos@jornalatual.com.br

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!