quinta-feira, outubro 28, 2021
InícioPoderVotação da segunda CEP contra Charlinho será na quarta-feira

Votação da segunda CEP contra Charlinho será na quarta-feira

O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão Especial Processante, vereador Ivan Charles. O novo pedido de Impeachment é baseado na  suposta não utilização de verbas da saúde pelo prefeito SESSÃO EXTRAORDINÁRIA A votação do relatório final da Comissão Especial Processante (CEP) 002/2019, que investigou a suposta não utilização de verbas da saúde pelo prefeito Carlo Busatto Júnior (MDB), o Charlinho, será realizada na próxima quarta-feira (3), às 18h. O anúncio foi feito pelo presidente CEP, vereador Ivan Charles (PSB), durante a última sessão ordinária do primeiro período da Câmara Municipal de Itaguaí (CMI), realizada na quinta-feira (27). Para que o prefeito seja cassado, serão necessários 12 votos favoráveis ao relatório final. Mas a última sessão do primeiro período também teve aprovação, por unanimid

O anúncio foi feito pelo presidente da Comissão Especial Processante, vereador Ivan Charles. O novo pedido de Impeachment é baseado na  suposta não utilização de verbas da saúde pelo prefeito

SESSÃO EXTRAORDINÁRIA A votação do relatório final da Comissão Especial Processante (CEP) 002/2019, que investigou a suposta não utilização de verbas da saúde pelo prefeito Carlo Busatto Júnior (MDB), o Charlinho, será realizada na próxima quarta-feira (3), às 18h. O anúncio foi feito pelo presidente CEP, vereador Ivan Charles (PSB), durante a última sessão ordinária do primeiro período da Câmara Municipal de Itaguaí (CMI), realizada na quinta-feira (27). Para que o prefeito seja cassado, serão necessários 12 votos favoráveis ao relatório final.

Mas a última sessão do primeiro período também teve aprovação, por unanimidade, de indicações e moções de congratulações votadas em bloco. Os vereadores aprovaram ainda dois pareceres de projetos de lei encaminhados pelo Poder Executivo, com destaque para mais uma autorização para que o chefe do Executivo abra crédito especial para Secretaria Municipal de Saúde.

Os vereadores aprovaram, ainda, em discussão final, lei de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para elaboração da Lei Orçamentária para o exercício de 2020 e o projeto lei que institui o Estatuto Municipal de Promoção e Igualdade Racial, de autoria do vereador Waldemar Ávila (PHS).

Festa na mira do legislativo

Antes de iniciar as votações dos projetos de lei, o vereador Vinícius Alves (PRB) valeu-se do artigo 109 para anunciar que formalizou um ofício ao chefe do Poder Executivo cobrando explicações sobre os valores a serem gastos com as festividades de aniversário dos 201 anos do município, que serão realizadas nos dias 5, 6 e 7 de julho, no Parque Municipal. “Acho que a cidade tem outras prioridades acima do evento, pois não estamos em espírito festivo. Não sou contra a festa, mas existem as prioridades como a reabertura da UPA, o funcionamento do tomógrafo, maior atenção aos postos de saúde, hospital municipal precário, escolas abandonadas, creches sem vagas, cidade toda com buracos, lixo por todas as ruas, direitos dos servidores congelados, iluminação pública precária, praça central cheia de buracos e o calçadão abandonado”, ressaltou Vinícius Alves, convidando os demais colegas a assinar o ofício, que deverá ser respondido até o dia 1º de julho. “Quero saber tudo que for gasto, pois são valores que poderiam ser gastos no bem estar da população. Quero deixar bem claro! Se não me responder vou ao Ministério Público e, se o MP não tomar atitude, vou à Justiça pedir uma liminar para cancelar o evento”, concluiu o vereador.

FOTO WELINGTON CAMPOS
Vereador Vinícius Alves protocolou um ofício ao Executivo cobrando valores do evento de 201 anos do município

Licença por um dia

O vereador Gil Torres (Podemos), autor do pedido da CEP 002/2019, usou a tribuna da CMI para informar que por ser o denunciante vai se licenciar para que o seu suplente Valter de Almeida (Podemos), o Valtinho Almeida, possa participar da votação pelo afastamento do prefeito Charlinho, assim como fez na aprovação do parecer prévio que culminou com o andamento do processo. A transmissão de posse do suplente deverá ocorrer uma hora antes da sessão de quarta-feira.  “A reabertura da UPA de Itaguaí prevista para o dia 14 de abril foi adiada para de 18 de junho, mas não ocorreu. Segundo informações, a obra ainda teve um aditivo de mais de R$ 500 mil. Ninguém responde nada e não fala o que está acontecendo. Os descasos continuam no Hospital Municipal São Francisco Xavier e a prefeitura anunciando festa. É lamentável!”, disse Gil Torres, destacando que tem certeza que o seu suplente não vai decepcionar a população e vai votar com o relator. 

Homenagem

A Câmara Municipal aprovou, ainda, uma resolução da mesa diretora, que homenageará o ex-presidente e vereador Enos Lage Bento, que morreu em 2018. O nome do ex-parlamentar será dado à tribuna de honra do plenário. A solenidade de inauguração da tribuna de honra (a primeira fileira das poltronas da assistência) ocorrerá no dia 5 de julho, durante a sessão solene de aniversário do município.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!