segunda-feira, outubro 18, 2021
InícioSem categoriaVereador de Itaguaí troca tiros com bandidos

Vereador de Itaguaí troca tiros com bandidos

CONFRONTO O vereador Vinicius Alves (PRB) foi surpreendido, na noite desta segunda-feira (18), por dois elementos armados, no portão da casa de um parente, no bairro do Engenho, em Itaguaí. De acordo com o parlamentar, ele estava ao celular quando os suspeitos se aproximaram pelo meio da rua. Ao perceber que um deles sacou da arma, o vereador pegou sua pistola e trocou tiros com os homens. Ainda, segundo o Vinícius Alves, os tiros atingiram a cadeira, o portão e o muro da residência.  Vinicius acredita ter atingido um dos elementos. Após o tiroteio, os suspeitos fugiram sem levar nada. O parlamentar pediu auxilio ao vereador Gil Torres, que é ex-policial militar, que o levou em seguida à 50ª DP (Itaguaí) para fazer o boletim de ocorrência. “Mas antes fui até o hospital, pois estava muito nervoso e com ânsia de vômito”, contou.

CONFRONTO

O vereador Vinicius Alves (PRB) foi surpreendido, na noite desta segunda-feira (18), por dois elementos armados, no portão da casa de um parente, no bairro do Engenho, em Itaguaí. De acordo com o parlamentar, ele estava ao celular quando os suspeitos se aproximaram pelo meio da rua. Ao perceber que um deles sacou da arma, o vereador pegou sua pistola e trocou tiros com os homens. Ainda, segundo o Vinícius Alves, os tiros atingiram a cadeira, o portão e o muro da residência.  Vinicius acredita ter atingido um dos elementos.

Após o tiroteio, os suspeitos fugiram sem levar nada. O parlamentar pediu auxilio ao vereador Gil Torres, que é ex-policial militar, que o levou em seguida à 50ª DP (Itaguaí) para fazer o boletim de ocorrência. “Mas antes fui até o hospital, pois estava muito nervoso e com ânsia de vômito”, contou.

Ao ATUAL, o vereador Vinicius Alves falou que ainda não sabe se foi uma tentativa de homicídio ou assalto. Ele relatou que antes do incidente havia uma moto suspeita parada em frente a sua a casa.  “Estava sentado em frente ao portão da casa do meu tio, por volta das 21h50, olhando o celular, quando dois homens se aproximaram e um deles sacou uma arma. Já de imediato, não pensei duas vezes e saquei a minha arma e atirei contra os elementos. Corri para dentro do quintal, mas me deparei com o portão fechado aí que bateu o desespero. Mas graças a Deus, o meu tio abriu o portão e consegui me esconder nos fundos da casa até o vereador Gil torres chegar com os policiais militares. Os bandidos não esperavam a minha reação. Hoje quero agradecer por estar vivo”, disse o vereador.

Vinícius Alves disse que por volta de 1h a perícia chegou e fez todo o procedimento para dar início as investigações. O vereador contou ainda que não descarta a possibilidade de uma tentativa de homicídio. “Hoje a gente está numa guerra política no município, mas também não posso acusar ninguém. Eu não descarto nenhuma hipótese. Agora vou evitar estar exposto e tomar alguns cuidados. Não vou retroagir na minha vida particular e política. Se alguém pensa que de alguma forma eu vou voltar atrás, está enganado, vou continuar a mesma pegada. Eu prometi ao juiz, durante a minha diplomação, que faria o certo e vou continuar”, concluiu.

 

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!