segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioDestaquePrefeitura de Itaguaí anuncia data de retorno às aulas na modalidade 100%...

Prefeitura de Itaguaí anuncia data de retorno às aulas na modalidade 100% presencial: 14 de fevereiro

Segundo a Secretaria de Educação, as unidades escolares adotam todos os protocolos de segurança contra a Covid-19

A Prefeitura de Itaguaí prevê para o dia 14 de fevereiro o retorno às aulas totalmente presencial. Neste primeiro momento, conforme planejamento da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec), as 62 unidades escolares funcionarão em horário reduzido: das 7h30 às 10h30.

A secretária de Educação, Nilce Ramos, afirma que toda criança vai ter que voltar às salas de aula. A exceção ocorre em caso de alunos que possuam laudo médico que comprove o impedimento de retorno. Por este motivo, a titular da pasta da Educação, diz que todos os cuidados necessários relacionados à pandemia de Covid-19 estão sendo tomados para  garantir à comunidade escolar toda a segurança possível.

Nilce Ramos enfatiza, ainda, que as unidades de ensino estão preparadas para receber os alunos e profissionais de educação, pois todas elas passaram pelo procedimento de sanitização. A secretária adianta que alguns protocolos seguem valendo, como o uso de máscaras, a higienização constante das mãos e a garrafa de água individual de cada aluno.

ATIVIDADES AO AR LIVRE

Ainda segundo a secretária, as escolas já estão abertas e o ano letivo em Itaguaí começou no dia 2 de fevereiro e que na segunda-feira (7), houve uma reunião com pais e responsáveis de alunos em suas respectivas unidades de ensino.

A secretária de Educação informa que, na primeira semana de voltas às aulas, que vai de 14 a 21, serão desenvolvidas atividades lúdicas, sendo na maior parte do tempo no pátio das escolas.

SISTEMA FALHO

Em 2022, um dos desafios da Secretaria Municipal de Educação é recuperar a aprendizagem dos alunos. “Tivemos perdas impossíveis de serem mensuradas. Nossas crianças ficaram dois anos afastadas da sala de aula, apesar de todas as atividades propostas, da intervenção, elas ainda não conseguem suprir a ausência do professor nesta interação de aprendizado. A gente acredita que esse momento é de recuperação da aprendizagem. É sondagem e diagnose para que possamos dar ao aluno aquilo que ele não conseguiu nesses dois anos de pandemia, diz” Nilce.

Com aulas suspensas desde 16 de março de 2020, estudantes da rede municipal de Itaguaí tiveram que lidar com a “Minha Escola Itaguaí”, plataforma virtual adotada pela prefeitura para minimizar o impacto pedagógico negativo durante a pandemia. Embora a Smec afirmasse que a metodologia funcionava, era eficaz no aprendizado, prático e ajudava os alunos a não ficarem ociosos, o esquema apresentava falhas, de acordo com vários depoimentos à época da implantação do sistema.

Muitos responsáveis relataram dificuldades para acessar o sistema, porque não tinham internet em casa, ou porque não conseguiam imprimir as atividades e não podiam pagar pela impressão.

SEPE ENVIA NOTA

A representação municipal do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe) e a prefeitura de Itaguaí são duas entidades cuja relação é conflituosa. O prefeito Rubem Vieira (Podemos) e a secretária Nilce Ramos não recebem os sindicalistas, apesar dos vários pedidos de reunião.

O Sepe enviou nota à redação sobre o assunto “volta às aulas”.

Segue, na íntegra:”O Sepe entende que a situação de ampla vacinação confere maior segurança aos profissionais, mas, manifesta preocupação com as crianças não vacinadas, sobretudo as de creche, cuja faixa etária (zero até três anos) não possui vacina liberada. Esse público, na visão do sindicato, poderá ser vetor de contaminação. Ademais, o sepe recebe com preocupação o fato de a família não mais poder optar pelo ensino remoto ou híbrido, sendo obrigada a aceitar o ensino 100% presencial, apesar da insegurança gerada pela pandemia. A opção híbrida e remota daria maior flexibilidade às famílias e contribuiria significativamente contra a superlotação das salas de aula, problema frequente em todas as escolas e creches da rede municipal de Itaguaí, sempre que o ensino é 100% presencial”.




Veja mais de:
Matérias relacionadas

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!