segunda-feira, outubro 18, 2021
InícioSem categoriaMorre Benedito Marques Amorim, ex-prefeito de Itaguaí

Morre Benedito Marques Amorim, ex-prefeito de Itaguaí

DESPEDIDA O empresário Benedito Marques Amorim governou a cidade de Itaguaí, entre 1993 e 1996, exercendo apenas um mandato, num tempo em que ainda não havia o instituto da reeleição. Deixou o governo sob uma grande aprovação popular, que certamente lhe garantiria uma permanência no poder caso a legislação eleitoral fosse a de hoje, permitindo dois mandatos consecutivos. Na ocasião, a cidade ainda tinha em seus domínios o então distrito de Seropédica. Antes, ele participou de outra eleição municipal, perdendo o pleito para o então prefeito Abeilard Goulart, em 1988.

Depois de deixar a prefeitura, Benedito Amorim concorreu mais duas vezes ao mandato de prefeito, em 2004 e 2008. Depois disso, retornou à iniciativa privada e, pessoalmente, cultivava gestos simples, no relacionamento com familiares, amigos e correligionários, muitos dos quais

DESPEDIDA O empresário Benedito Marques Amorim governou a cidade de Itaguaí, entre 1993 e 1996, exercendo apenas um mandato, num tempo em que ainda não havia o instituto da reeleição. Deixou o governo sob uma grande aprovação popular, que certamente lhe garantiria uma permanência no poder caso a legislação eleitoral fosse a de hoje, permitindo dois mandatos consecutivos. Na ocasião, a cidade ainda tinha em seus domínios o então distrito de Seropédica. Antes, ele participou de outra eleição municipal, perdendo o pleito para o então prefeito Abeilard Goulart, em 1988.

Depois de deixar a prefeitura, Benedito Amorim concorreu mais duas vezes ao mandato de prefeito, em 2004 e 2008. Depois disso, retornou à iniciativa privada e, pessoalmente, cultivava gestos simples, no relacionamento com familiares, amigos e correligionários, muitos dos quais fiéis, que acalentaram por anos o desejo de o verem de volta à ativa na lida política municipal. Ficando para seu filho André Amorim a missão de seguir seus passos, como candidato a prefeito nas eleições deste ano.

Benedito Amorim morreu por volta das 10h dessa quarta-feira (4) no hospital Copa D’Or, no município do Rio de Janeiro, depois de uma internação que se prolongou por mais de 40 dias. Ele não resistiu a complicações de correntes da contaminação pelo coronavírus, o que agravou o seu já delicado estado de saúde. Ao noticiar o acontecimento através da rede social Facebook, André Amorim extravasou sentimentos. “Meu telefone não vai mais tocar às 9 horas. Papai acabou de falecer! Meu super-homem deve estar voando bem lá no alto agora. Vai, pai! Saiba que aqui nunca supriremos sua falta, pois só existe um como o senhor. Todos os dias, às 9 horas em ponto, ele me ligava. Falava exatamente essas palavras: meu filho, está tudo bem? Está sim, pai! Tá bom, então. Qualquer coisa, me liga. Beijo, pai. E ele já tinha desligado. Sentirei falta disso, pai!”, relatou André Amorim, ressaltando o costumeiro diálogo entre ambos.

O vereador André Amorim conclui a mensagem acentuando que os familiares continuam em pé, juntos e firmes como o pai ensinou. “Tudo permanece como está, só juntando a saudade!”, escreveu ele, informando ainda que não haverá velório e que o corpo do pai será sepultado em Itaguaí, sua terra mais amada, por volta das 17h.

Nas redes sociais a notícia da morte de Benedito foi motivo de grande repercussão. O médico, oficial militar bombeiro e empresário Kazuhiro Kajishima comentou no Facebook: “Hoje Itaguaí perde um grande homem! Meu companheiro de conversa nas festas… me contava histórias de como ele levou os estalinhos para os Estados Unidos… e eu ficava ávido para absorver sua experiência. Ficava muito orgulhoso quando ele dizia que simpatizava com a minha pessoa. Vai fazer falta… mas esteja onde estiver… sei que estará (incansavelmente) olhando por nós! Estarei aqui com @andreamorimitaguai e @andrea_amorim e Dona Dwide para o que eu puder ajudar! E estarei rezando por vc! Descanse em paz amigo!”.

O jornalista e advogado Emídio Jorge, no programa Troca de Ideias da Rádio Onda, deixou o seguinte comentário sobre o ex-prefeito:

– Amigo, benfeitor da cidade, um homem de uma estrutura enorme. Professor de muitos, que ensinou tanta coisa, inclusive a mim. Nos deixou Benedito Marques de Amorim, uma legenda desta cidade. Um nome para a mais alta relevância para o que significa desenvolvimento e progresso desta cidade. Foi ele quem deu a partida para transformar Itaguaí naquilo que é hoje… Ninguém mais do que ele contribuiu para que esta cidade se transformasse no grande município que hoje é reconhecido no Brasil inteiro.

Benedito ajudou a muitos itaguaienses de diferentes formas. Em particular, o diretor do Jornal Atual, Marcelo Godinho, que se formou em jornalismo graças ao auxilio da bolsa de estudos de 50% que recebeu do ex-prefeito durante os últimos meses da faculdade de jornalismo que cursava na extinta Universidade Gama Filho.

– Benedito Amorim vibrava com Itaguaí. Queria ver a cidade crescer e se transformar em um município próspero, desenvolvido e com pessoas capazes. Foi nesse contexto que, como a mim, ele ajudou vários itaguaienses a se formarem em universidades. Sabia das limitações imposta pela realidade da época, por isso, a meu ver, estimulava-nos com esse auxílio, como se fosse uma forma de contribuir com a profissionalização dos moradores da cidade, consequentemente, com o crescimento de Itaguaí.

Minhas homenagens àquele que foi prefeito de verdade!”, destaca o jornalista Marcelo Godinho.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!