sábado, outubro 23, 2021
InícioSem categoriaGoverno convoca 110 oficiais de cartório para a Polícia Civil

Governo convoca 110 oficiais de cartório para a Polícia Civil

Os agentes, concursados desde 2014, vão reforçar os quadros da secretaria O governador Wilson Witzel assinou na noite de terça-feira (15) o termo de convocação de 110 oficiais de cartório para compor os quadros da Secretaria de Estado de Polícia Civil. A assinatura, realizada no Palácio Guanabara, contou com a presença do secretário de Polícia Civil, Marcus Vinícius Braga, e do vice-governador, Cláudio Castro. Os agentes aguardavam a convocação desde 2014, quando foram aprovados em concurso. Eles tomarão posse assim que forem nomeados. “A Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro tem sido, para nós, uma grande preocupação. Mesmo diante de toda a crise, sabemos que é fundamental recompor os quadros da Polícia Civil. É por isso que hoje eu estou assinando, pela primeira vez, no nosso governo, a autorização para que o secre

Os agentes, concursados desde 2014, vão reforçar os quadros da secretaria

O governador Wilson Witzel assinou na noite de terça-feira (15) o termo de convocação de 110 oficiais de cartório para compor os quadros da Secretaria de Estado de Polícia Civil. A assinatura, realizada no Palácio Guanabara, contou com a presença do secretário de Polícia Civil, Marcus Vinícius Braga, e do vice-governador, Cláudio Castro.

Os agentes aguardavam a convocação desde 2014, quando foram aprovados em concurso. Eles tomarão posse assim que forem nomeados. “A Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro tem sido, para nós, uma grande preocupação. Mesmo diante de toda a crise, sabemos que é fundamental recompor os quadros da Polícia Civil. É por isso que hoje eu estou assinando, pela primeira vez, no nosso governo, a autorização para que o secretário de Polícia Civil contrate 110 novos policiais que vão integrar os cargos efetivos e permanentes da nossa polícia”, disse o governador.

Com a entrada desses agentes, a secretaria terá um reforço no quadro do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP) e do Departamento Geral de Investigação da Corrupção e do Crime Organizado/ Lavagem de Dinheiro.

Os 110 concursados fazem parte de um grupo de 191 oficiais já aprovados.  Os 81 restantes serão convocados tão logo o governo receba o parecer favorável do Conselho do Regime de Recuperação Fiscal – que acompanha mensalmente as contas do Estado. Uma das exigências do Regime de Recuperação Fiscal é que o governo não faça novas contratações para não aumentar as despesas mensais. “A ideia é mostrar ao Conselho que alguns cargos serão extintos, e com o dinheiro que não será gasto, cobrir a contratação dos 81 restantes, sem gerar desequilíbrio financeiro”, explicou o secretário de Estado da Casa Civil e Governança, José Luís Zamith.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!