sábado, outubro 23, 2021
InícioSem categoriaDia de posse em Mangaratiba

Dia de posse em Mangaratiba

Numa das mais concorridas solenidades do gênero na região, Alan Bombeiro assume reiterando compromissos com a transparência e a moralização

O mau tempo ontem se revelou um complicador na logística de organização da posse dos novos prefeito e vice-prefeito de Mangaratiba, respectivamente, Alan Campos da Costa, o Alan Bombeiro; e Alcimar Moreira Carvalho, o Chicão da Ilha. Isso porque o que deveria ser em praça pública acabou transferido para o salão do Clube dos Mangarás, que ficou pequeno para abrigar o número de pessoas presentes à festa, obrigando parte delas a acompanhar a cerimônia através de um telão do lado de fora.

A posse foi marcada por fatos inusitados, a começar pelo cântico de um louvor evangélico carregado de simbolismo, com versos que bem ilustravam algumas expectativas do momento, citando, por exemplo, “o que passou,

Numa das mais concorridas solenidades do gênero na região, Alan Bombeiro assume reiterando compromissos com a transparência e a moralização

O mau tempo ontem se revelou um complicador na logística de organização da posse dos novos prefeito e vice-prefeito de Mangaratiba, respectivamente, Alan Campos da Costa, o Alan Bombeiro; e Alcimar Moreira Carvalho, o Chicão da Ilha. Isso porque o que deveria ser em praça pública acabou transferido para o salão do Clube dos Mangarás, que ficou pequeno para abrigar o número de pessoas presentes à festa, obrigando parte delas a acompanhar a cerimônia através de um telão do lado de fora.

A posse foi marcada por fatos inusitados, a começar pelo cântico de um louvor evangélico carregado de simbolismo, com versos que bem ilustravam algumas expectativas do momento, citando, por exemplo, “o que passou, passou” e “promessas se cumprirão”. Outro acontecimento insólito foi o comparecimento de apenas cinco dos 18 integrantes da Câmara Municipal de Mangaratiba. Em contrapartida, lá estavam vereadores de Angra dos Reis, Itaguaí, Seropédica e Teresópolis, além do ex-prefeito de Resende, Noel de Carvalho.

Recebido sob intensos aplausos e gritos de seu nome, o prefeito Alan Bombeiro também surpreendeu, ao aparecer vestindo uma camisa com os dizeres “Servidor Público”, ao invés do tradicional terno e gravata, como sugere o protocolo de ocasiões semelhantes. Em entrevista ao ATUAL após a solenidade, o já prefeito justificou que o uniforme simbolizava a ideia de que pretende uma administração moralizadora, empenhada no trabalho e sem o estrelismo que costuma acometer muitos dos que chegam ao poder.

Após prestarem o juramento de posse, prometendo manter, defender e cumprir a Lei Orgânica do Município de Mangaratiba, observar as leis da União, do estado e do município, além de promover o bem geral dos munícipes, exercendo o cargo sob a inspiração da democracia, da legitimidade e da legalidade, Alan Bombeiro e Chicão da Ilha foram saudados por inúmeras autoridades, em discursos que tomaram boa parte do andamento da cerimônia. No final, uma multidão esperava pelos dois ao lado de fora, dando um caráter ainda mais festivo à posse.

Discursos apontam dificuldades, mas renovam a esperança

Em seu último ato público no exercício da presidência interina da CMM, o vereador Edu Jordão conduziu uma sessão com a maioria dos vereadores ausentes, apesar de todos terem sido convidados. Jordão acredita que a ausência é consequência do que chamou de um momento político e que tudo poderá ser resolvido com um diálogo futuro. Ficou claro, assim, que o primeiro desafio que o novo prefeito tem pela frente é o de atuar como bombeiro, buscando apagar pequenos incêndios que possam ter resistido à campanha eleitoral. É uma das dificuldades ressaltadas nos discursos, que, no entanto, não superaram a confiança na capacidade de a nova gestão conseguir contornar.

Ciente dos desafios que têm pela frente, Alan Bombeiro convocou para a própria tarde de ontem a primeira reunião com seus auxiliares, buscando os caminhos a seguir. Um dos problemas que ele tem pela frente e o fechamento do caixa de 2018, com o pagamento do funcionalismo, situação que ele prometeu enfrentar par e passo com a realização de uma auditoria nas contas e nos contratos em vigor. “A moralização machuca, mas resolve. Não vou assumir problemas dos outros. Quem arrumou problemas que pague por eles”, disse Alan Bombeiro, antecipando que nos primeiros dias de trabalho pretende suspender o funcionamento da prefeitura, permitindo que cada setor apresente um panorama de sua situação e, principalmente, de suas dificuldades. Esse estudo, segundo o novo prefeito, será fundamental para que seja definido o caminho a seguir.

Decálogo da nova administração

Nos primeiros momentos no cargo, Alan Bombeiro deixou claras as preocupações que vão ocupar sua agenda como gestor. Confira aqui as principais marcas da gestão anunciada pelo novo prefeito :

  1. Compromisso com a moralização
  2. Acabar com o estrelismo na administração
  3. Defender o respeito aos contribuintes
  4. Prioridade na solução de problemas básicos
  5. União de cidades contra problemas comuns
  6. Diálogo permanente com Governo do Estado
  7. Transformar a Costa Verde num novo Caribe
  8. Inspirar pelo exemplo com servidor nº 1
  9. Transparência nas contas públicas
  10. Compromisso com o desenvolvimento

O que disseram os vereadores

“Não vai ser fácil, mas vamos estar de mãos dadas para retomar o crescimento da cidade”

Edu Jordão

“Minha caneta na Câmara Municipal vai trabalhar para o município junto com esses dois homens”

Wlad da Pesca

“Com certeza o prefeito e o vice vão chegar ao objetivo em prol da cidade, contando comigo sempre”

Professor Renato Fifiu

“É um momento importante. Em dois anos tivemos quatro prefeitos. Essa cidade merece paz”

Emilson da Farmácia

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!