quinta-feira, outubro 21, 2021
InícioSem categoriaCharlies da Vídeo Locadora assume prefeitura de Mangaratiba

Charlies da Vídeo Locadora assume prefeitura de Mangaratiba

POSSE Na condição de vice-presidente do Poder Legislativo municipal, o vereador Carlos Alberto Ferreira Graçano, o Charlies da Vídeo Locadora (PTN), assumiu nesta quinta-feira (6), o cargo de prefeito interino de Mangaratiba, em razão do afastamento das funções públicas do vereador Vitor Tenório Santos, o Vitinho, num decisão tomada pelo Segunda Grupo de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Vitinho é acusado de envolvimento no caso de viagens suspeitas e dispendiosas de servidores e vereadores, o que também motivou a decretação de sua prisão.

Charlies da Vídeo Locadora assumiu por força de um decreto legislativo que declarou suspensa a interinidade de Vitinho, com base na Lei Orgânica Municipal e no Regimento Interno da Câmara Municipal de Mangaratiba (CMM). O documento levou em conta uma notificação d

POSSE Na condição de vice-presidente do Poder Legislativo municipal, o vereador Carlos Alberto Ferreira Graçano, o Charlies da Vídeo Locadora (PTN), assumiu nesta quinta-feira (6), o cargo de prefeito interino de Mangaratiba, em razão do afastamento das funções públicas do vereador Vitor Tenório Santos, o Vitinho, num decisão tomada pelo Segunda Grupo de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Vitinho é acusado de envolvimento no caso de viagens suspeitas e dispendiosas de servidores e vereadores, o que também motivou a decretação de sua prisão.

Charlies da Vídeo Locadora assumiu por força de um decreto legislativo que declarou suspensa a interinidade de Vitinho, com base na Lei Orgânica Municipal e no Regimento Interno da Câmara Municipal de Mangaratiba (CMM). O documento levou em conta uma notificação do Ministério Público do Rio de Janeiro e, ainda, a ausência do exercício e do afastamento da função de prefeito interino, por parte do vereador Vitinho, que está com a prisão decretada junto com o ex-prefeito  e atual vereador Edison Ramos, o Edinho; e o ex-presidente da CMM, Pedro Bertino Jorge Vaz. Os três são acusados de dispensa indevida de licitação e desvio de recursos públicos da ordem de R$ 17.182.755,33.

[flippingbook lightbox=”true” width=”740px” height=”480px” title=”FlippingBook Online – Short Guide”]https://online.flippingbook.com/view/398373/[/flippingbook]

O decreto legislativo suspendeu o mandato de Vitinho enquanto perdurarem os efeitos da decisão proferida nos autos do processo que determinou o seu afastamento das funções públicas. Ao ATUAL, o novo prefeito interino disse que sua prioridade é manter a ordem pública e não exonerar nem contratar ninguém. Ele também antecipou a decisão de ceder o carro oficial da prefeitura para a Secretaria Municipal de Saúde, para sua utilização no transporte de pacientes que necessitarem de tratamento fora da cidade.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!