domingo, janeiro 23, 2022
InícioPoderVereador volta a denunciar mazelas do HMSFX

Vereador volta a denunciar mazelas do HMSFX

NEGLIGÊNCIA

Mais uma vez o descaso com a saúde foi denunciado pelo vereador Genildo Gandra (PDT), durante a sessão Câmara Municipal de Itaguaí (CMI), realizada na quinta-feira (1). O parlamentar usou a tribuna casa para dizer que o povo do município passa pelo pior momento quando se trata de saúde. Ele ressaltou que ouviu vários relatos de pessoas que ao procurarem o Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX) encontraram um ambiente sujo, totalmente insalubre, onde a sujeira predomina, o ar-condicionado não funciona e falta remédios. “Não tem maqueiro. As próprias pessoas têm que conduzir os parentes doentes no colo por falta de macas e cadeiras de rodas. É uma vergonha! Não tem mais como o povo de Itaguaí conviver nesta situação. Com a falta de saúde que nós temos, a nossa UPA continua fechada e a gente não vê, da parte do governo, nenhuma vontade de reabri-la. Para o governo está ótimo. O prefeito tem plano de saúde e não precisa da saúde pública, mas o povo que precisa está sofrendo, e muito”, denunciou Genildo Gandra.

O vereador contou que durante a semana uma senhora fez contato dizendo que o seu marido está fazendo tratamento de câncer e precisava fazer radioterapia no município de Volta Redonda e não conseguiu o transporte, o que o obriga a ficar na dependência de favor de vizinhos. “Ela paga impostos como todos nós aqui. Só que na hora de ser atendida não consegue. Acho que é uma covardia o que esse governo faz com a população desta cidade. É um governo sem nenhum compromisso com o povo, aonde só pensa nele mesmo. Portanto, vou continuar bater na mesma tecla até que prefeito veja o estado em que ele já colocou a cidade”, concluiu Genildo Gandra.

Descaso em piranema

Já o vereador Ivan Charles (PSB) usou a tribuna para denunciar o abandono na obra da escola e da creche do bairro de Piranema. O parlamentar fez uma indicação solicitando ao Poder Executivo a colocação de tapumes na obra, paralisada há mais de oito anos. A ideia é evitar a depredação do que resta e impedir a invasão por usuários de drogas, que acabam praticando pequenos delitos contra os moradores do entorno. Ivan Charles acentuou que em visita ao bairro ouviu reclamações dos moradores sobre o abandono da obra, que está sendo usada por usuários de drogas. “O local está servindo de esconderijo para meliantes que estão praticando assaltos, além do mato alto por toda a obra, já roubaram as grades e os tapumes. Já que a obra não tem previsão de conclusão, que se coloque o tapume para que a população fique protegida”, apelou o parlamentar, ressaltando que a obra abandonada já foi motivo de reportagem do Jornal ATUAL e das mídias da capital.

O vereador Roberto Lúcio Espolador Guimarães (MDB), o Robertinho,  disse que esteve com o secretário municipal de Obras, Eider Dantas, de quem recebeu a informação de que a obra será retomada em janeiro de 2019. “Mas até janeiro aquela obra não pode ficar exposta, pois está levando risco à população”, questionou Ivanzinho. “Vou levar a sua reivindicação ao secretário”, emendou Robertinho.

Auxiliares administrativos

Durante a sessão os vereadores também aprovaram indicação do vereador Willian Cezar (PSB), solicitando o retorno dos auxiliares administrativos às atividades pertinentes às atribuições constantes no edital. “Atualmente, esses profissionais exercem funções na Secretaria Municipal de Educação, sendo elas distintas das atividades que constam no edital, e há incompatibilidade no cumprimento de sua carga horária”, explicou.

Dia do funk da antiga

A CMI aprovou, por unanimidade, projeto de lei do vereador Gil Torres (PTN), que institui no calendário oficial de eventos e datas comemorativas do município de Itaguaí, o Dia Municipal do Funk da Antiga, a ser comemorado no dia 11 de novembro. O projeto, aprovado após dispensa de interstício, será encaminhado ao chefe do Poder Executivo que terá 15 dias para sancionar ou vetar. A aprovação do projeto foi comemorada por um grupo de pessoas que organizam eventos do gênero na cidade, e que acompanharam a sessão.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!