sábado, outubro 23, 2021
InícioSem categoriaSuspeito ter participado de morte de PM é preso em Itaguaí

Suspeito ter participado de morte de PM é preso em Itaguaí

PRISÃO  Policiais do 24º BPM (Queimados) prenderam, na noite de sexta-feira (31), um  traficante conhecido como Baleado, apontado como o chefe do tráfico da comunidade Parque Primavera, em Itaguaí. Segundo a Polícia ele seria um dos responsáveis pela morte do sargento da PM José Heleno Prades, de 41 anos, assassinado a tiros no dia 26 de julho. O criminoso foi detido, com outros dois traficantes da região, conhecidos como Russinho e Tijolada quando deixavam de barco, a Ilha da Madeira.

De acordo com as investigações da Polícia Militar, a corporação identificou que os responsáveis pela morte do sargento Heleno eram da região e liderados por um indivíduo conhecido como Baleado. Diante da informação, os agentes passaram a monitorar a enseada da Ilha da Madeira, descobrindo que o criminoso deixava, semanalmente, a comunidade em que atuava pa

PRISÃO  Policiais do 24º BPM (Queimados) prenderam, na noite de sexta-feira (31), um  traficante conhecido como Baleado, apontado como o chefe do tráfico da comunidade Parque Primavera, em Itaguaí. Segundo a Polícia ele seria um dos responsáveis pela morte do sargento da PM José Heleno Prades, de 41 anos, assassinado a tiros no dia 26 de julho. O criminoso foi detido, com outros dois traficantes da região, conhecidos como Russinho e Tijolada quando deixavam de barco, a Ilha da Madeira.

De acordo com as investigações da Polícia Militar, a corporação identificou que os responsáveis pela morte do sargento Heleno eram da região e liderados por um indivíduo conhecido como Baleado. Diante da informação, os agentes passaram a monitorar a enseada da Ilha da Madeira, descobrindo que o criminoso deixava, semanalmente, a comunidade em que atuava para pescar na ilha, com outros bandidos.

Os PMs abordaram os suspeitos e com eles foram encontradas duas pistola calibre 9 mm com kit rajada em uma mochila. Pressionados, os suspeitos confessaram ser traficantes.

A caminho da delegacia da 50ª DP (Itaguaí), o suspeito disse que contaria onde estaria um fuzil, estando disposto a entregá-lo, em troca de sua liberdade. Os policiais foram até o local informado por ele, um terreno baldio nas redondezas da localidade conhecida como morro do Carvão, onde encontraram um Ak 101 calibre 5.56×45, com carregador. A arma também foi apreendida e os três receberam voz de prisão e foram levados à 48º DP (Seropédica).

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!