sábado, janeiro 29, 2022
InícioDestaqueSeropédica: PM morre em confronto com milicianos

Seropédica: PM morre em confronto com milicianos

Um suspeito também morreu no tiroteio, segundo o 24º BPM

Devid de Souza Matos (42 anos), policial militar do 24º Batalhão, morreu com um tiro na cabeça na quarta-feira (22), durante confronto com milicianos em Seropédica. Ele ainda foi socorrido e levado ao hospital Pedro II, em Santa Cruz, mas não resistiu. A perícia e a investigação estão a cargo da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Agentes do 24º BPM foram até o Canto do Rio, em Seropédica, para tentar confrontar os milicianos que ali estabeleceram um reduto, mas foram recebidos a tiros por vários criminosos que ocupavam ao menos nove carros. Houve revide. Um suspeito também morreu. De acordo com informações do Batalhão, 19 homens foram detidos.

O confronto se estendeu até a comunidade Jesuítas, porque os bandidos tentaram fugir para lá, mas agentes do 27º BPM atuaram para contê-los. A Polícia Militar informou que, além dos nove carros utilizados pelos milicianos, apreendeu uma pistola, coletes balísticos, três fuzis, carregadores e grande quantidade de munição.

DISPUTA

Seropédica tem sido palco de uma disputa entre milicianos. O grupo comandado por Zinho (Luís Antônio da Silva Braga) segue em disputa com o grupo de Tandera (Danilo Dias Lima) pelo controle de várias regiões da cidade, como o local onde ocorreu o tiroteio de quarta-feira (22), Canto do Rio.

Zinho é irmão de Ecko (Wellington da Silva Braga), que morreu em junho durante uma ofensiva da Polícia Civil. Ele reuniu cerca de 60 homens para atacar posições do adversário em Seropédica, mas a disputa também abrange outras cidades da Baixada Fluminense.

Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!