segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioDestaqueSebrae Rio e ICN selecionam empresas para projeto de capacitação de fornecedores

Sebrae Rio e ICN selecionam empresas para projeto de capacitação de fornecedores

Empreendimentos de pequeno e médio porte poderão se alinhar às necessidades da indústria naval

O Sebrae Rio e a ICN (Itaguaí Construções Navais) realizam a continuidade do projeto Elo. O Elo 2, como o programa foi batizado, capacita micro e pequenas empresas que já fornecem para a ICN e aquelas com produtos e serviços de interesse da companhia. Idealizado em 2019 e suspenso devido à pandemia, o Elo 2 promete, este ano, desenvolver estes fornecedores para que possam fazer parte da cadeia produtiva de construção de submarinos, de outras empresas da região e entre si. Na atual fase, o projeto busca mais empresas especializadas para a área técnica, mas sem esquecer as áreas de suporte. As inscrições podem ser realizadas pelo site: https://cloud.divulga.sebraerj.com.br/icn

O Programa conta com 90% de subsídio do Sebrae e da ICN e custa 10 parcelas de R$ 183.

O Elo 2 seleciona pequenas empresas, preferencialmente da região da Baía de Sepetiba, Costa Verde e da Zona Oeste do Rio, para o programa de capacitação. Durante 12 meses, os escolhidos são acompanhados pelo Sebrae Rio e pela ICN e participam de uma grade de atividades composta por cursos, oficinas, seminários, visitas técnicas e consultoria individual com orientações personalizadas. 

PARCERIA E ECONOMIA DO MAR

“A ICN firmou esta parceria com o Sebrae por convicção de que a Economia do Mar possui, atualmente, um enorme potencial para impulsionar o desenvolvimento econômico e social do Estado do Rio de Janeiro. O programa promove o encadeamento produtivo, ou seja, a ampla integração entre as grandes e as micro e pequenas empresas da região da Baía de Sepetiba, e desde então já conseguimos resultados bem interessantes”, assegura Francisco Matos Lima, diretor de Administração da Itaguaí Construções Navais. 

O Elo 2 já está formando a segunda turma do programa. “Juntos estamos vencendo os desafios das MPE de base tecnológica e elas começam a atender os requisitos da ICN. Fechamos a primeira turma, onde aplicamos o Diagnóstico seguindo Modelo de Excelência da Gestão para identificarmos o perfil de cada negócio, para customização de cada capacitação e as consultorias de acordo com a necessidade de cada cliente”, contou o coordenador de Polos Competitivos do Sebrae Rio, Wilton da Cruz Victorio. 

O Projeto de Desenvolvimento de Fornecedores da Itaguaí Construções Navais teve em seu primeiro ciclo micro e pequenas empresas instaladas na Baía de Sepetiba, que é um importante Polo Competitivo do Rio de Janeiro. Nesta fase foram transformados pequenos negócios de diversas atividades, inclusive atividades indiretas à cadeia produtiva dos submarinos. “Vale lembrar que a ICN está produzindo quatro submarinos com transferência de tecnologia da França para o Brasil. E não para por aí. Em breve, o submarino de propulsão nuclear será uma realidade”, acrescentou o coordenador do Sebrae Rio.

Matérias relacionadas

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!