sábado, outubro 16, 2021
InícioItaguaíSebrae e Caixa sem unem para facilitar aquisição de crédito a pequenos...

Sebrae e Caixa sem unem para facilitar aquisição de crédito a pequenos negócios

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Caixa Econômica Federal uniram esforços para resolver as dificuldades de acesso a crédito que empreendedores estão tendo por conta da pandemia de covid-19. O principal obstáculo enfrentado são as garantias solicitadas pelas instituições financeiras.

Em cima desse cenário, o Sebrae e a Caixa assinaram um acordo para facilitar o financiamento a capital de giro a partir de uma linha especial de R$ 12 milhões disponibilizada pelo banco e garantida pelo Sebrae por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), que por sua vez atende os requisitos necessários para concessão de crédito.

O Sebrae vai ainda destinar nos próximos três meses, 50% de sua arrecadação para ao fundo, com o propósito de fortalece-lo e permitir um aumento nas operações de crédito co

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a Caixa Econômica Federal uniram esforços para resolver as dificuldades de acesso a crédito que empreendedores estão tendo por conta da pandemia de covid-19. O principal obstáculo enfrentado são as garantias solicitadas pelas instituições financeiras.

Em cima desse cenário, o Sebrae e a Caixa assinaram um acordo para facilitar o financiamento a capital de giro a partir de uma linha especial de R$ 12 milhões disponibilizada pelo banco e garantida pelo Sebrae por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe), que por sua vez atende os requisitos necessários para concessão de crédito.

O Sebrae vai ainda destinar nos próximos três meses, 50% de sua arrecadação para ao fundo, com o propósito de fortalece-lo e permitir um aumento nas operações de crédito com tarifas mais baixas, maior prazo e melhor período de carência.

O Fampe tem disponíveis aproximadamente R$ 470 milhões em recursos e, agora, contará com mais de R$ 500 milhões para benefício direto aos pequenos negócios, permitindo R$ 1 bilhão em garantias e alavancando empréstimos 12 vezes o valor de seu patrimônio.

A medida pertence a uma série de iniciativas tomadas pelo governo federal e o Sebrae na tentativa de reduzir o impacto da pandemia do novo coronavírus sobre os pequenos negócios do país.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!