terça-feira, outubro 26, 2021
InícioSem categoriaProjeto Esporte RJ beneficia mais de 20 mil pessoas

Projeto Esporte RJ beneficia mais de 20 mil pessoas

INICIATIVA
Atuando com 184 núcleos, distribuídos em 40 municípios fluminenses, o projeto Esporte RJ, da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, já alcançou a marca de cerca de 20 mil pessoas atendidas. A iniciativa oferece, gratuitamente, atividades como Basquete, Futebol, Futsal, Vôlei, Judô, Jiu-jítsu, Wrestling (luta livre), Karatê, Tae Bo (aula que mistura ginástica com movimentos de artes marciais), Muay thai, Capoeira, Balé e Ginástica Artística.

“Acreditamos que esta é uma importante ferramenta de transformação social. Saber que 20 mil fluminenses já foram assistidos é gratificante e nos dá a certeza de que estamos no caminho certo”, disse o subsecretario-adjunto de Programas Sócioesportivos, da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Joffre Zaluski.

Segundo o subsecretário, o programa Esporte RJ costuma transformar vida

INICIATIVA

Atuando com 184 núcleos, distribuídos em 40 municípios fluminenses, o projeto Esporte RJ, da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, já alcançou a marca de cerca de 20 mil pessoas atendidas. A iniciativa oferece, gratuitamente, atividades como Basquete, Futebol, Futsal, Vôlei, Judô, Jiu-jítsu, Wrestling (luta livre), Karatê, Tae Bo (aula que mistura ginástica com movimentos de artes marciais), Muay thai, Capoeira, Balé e Ginástica Artística.

“Acreditamos que esta é uma importante ferramenta de transformação social. Saber que 20 mil fluminenses já foram assistidos é gratificante e nos dá a certeza de que estamos no caminho certo”, disse o subsecretario-adjunto de Programas Sócioesportivos, da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Joffre Zaluski.

Segundo o subsecretário, o programa Esporte RJ costuma transformar vidas e descobrir vocações. Uma atleta do Núcleo de Três Rios, por exemplo, foi convidada a fazer parte do plantel do time Volta Redonda, que disputará o Campeonato Estadual de Futebol. “Esse é um bom exemplo do benefício que o projeto traz para os atletas. A atuação da jovem Ana Julia Felix, de 18 anos, moradora de Paraíba do Sul, chamou a atenção do time profissional”, afirmou o subsecretário.

ATIVIDADE E LAZER

O projeto Esporte RJ teve início em maio de 2016 e é operacionalizado, atualmente, pelas Organizações Sociais Solazer, Clube dos Excepcionais e Espaço Cidadania e Oportunidades Sociais (Ecos). A iniciativa conta com um professor e dois apoios, que ministram aulas de esporte, lazer e atividades físicas, com uma carga horária de 14 horas ou 28 horas semanais.

Não há restrição de idade para participar das atividades. O importante é apresentar atestado médico atualizado, que comprove a liberação para a prática de atividades físicas. Os documentos necessários são certidão de nascimento, RG e CPF do responsável legal (cópias), declaração escolar (atualizada) e comprovante de residência.

Maiores de 18 anos precisam apresentar a carteira de identidade e CPF, declaração escolar (atualizada) e comprovante de residência.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!