quarta-feira, outubro 27, 2021
InícioSem categoriaPolo do Mar promoverá semana de encontro de negócios

Polo do Mar promoverá semana de encontro de negócios

NEGÓCIOS À VISTA Em mais uma mobilização destinada a reunir grandes e pequenas empresas em torno de esforços para contribuir com o desenvolvimento industrial, tecnológico, ecológico, cultural, educacional, turístico e social do estado, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Rio de Janeiro (Sebrae-RJ) planejaram A Semana Polo do Mar Conecta, programada para começar na segunda-feira (25), seguindo até a sexta-feira (29) (veja quadro).

A iniciativa reunirá o Polo Tecnológico do Mar da Baía de Sepetiba, o Polo Marítimo da Baía da Ilha Grande, o Polo do Mar da Baía de Guanabara e o Polo do Mar da Bacia de Campos/Porto do Açu em torno de encontros online que serão disponibilizados de graça às empresas. Para se inscrev

NEGÓCIOS À VISTA Em mais uma mobilização destinada a reunir grandes e pequenas empresas em torno de esforços para contribuir com o desenvolvimento industrial, tecnológico, ecológico, cultural, educacional, turístico e social do estado, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio-RJ) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Rio de Janeiro (Sebrae-RJ) planejaram A Semana Polo do Mar Conecta, programada para começar na segunda-feira (25), seguindo até a sexta-feira (29) (veja quadro).

A iniciativa reunirá o Polo Tecnológico do Mar da Baía de Sepetiba, o Polo Marítimo da Baía da Ilha Grande, o Polo do Mar da Baía de Guanabara e o Polo do Mar da Bacia de Campos/Porto do Açu em torno de encontros online que serão disponibilizados de graça às empresas. Para se inscrever, basta acessar a página do evento: https://lp.absuite.com.br/lp/EAZ/semana-polo-do-mar-conecta

A semana servirá para conectar micro e pequenos negócios às grandes empresas dos polos competitivos da cadeia da economia do mar, como, por exemplo, Itaguaí Construções Navais (ICN), Nuclep, Eletronuclear, Vale, Porto Sudeste, OEC-Engenharia & Construção, Abdan, Emgepron, Condor Tecnologias Não Letais, Porto do Açu Logística, o Cluster Tecnológico Naval do Rio de Janeiro, o Cluster Automotivo Sul Fluminense e a GE Aviation. Estão previstas ao todo 336h horas de trabalho para concretizar os objetivos planejados pelos organizadores.

A mobilização proposta pela Fecomércio e o Sebrae terá participação gratuita com o objetivo de reunir grandes e pequenas empresas em torno de esforços para a criação de novos negócios como forma de enfrentar uma crise agravada pela pandemia da covid-19

A estratégia do encontro leva em conta o fato de o Rio de Janeiro ser um dos estados brasileiros com maior vocação marítima, tendo toda a sua história vinculada ao mar. Em seu território estão 25 municípios litorâneos que somam uma população de 11.447.993 habitantes, com 3.215.308 trabalhadores morando em sua região litorânea. Além disso, a economia do estado tem grande dependência dos recursos marítimos, seja em relação ao setor de exploração de petróleo e gás em águas profundas e ultra profundas, seja nos setores portuário e logístico, pesca/agricultura, construção naval, náutica e embarcações de defesa, turismo litorâneo e comércio, indústrias e serviços vinculados às cadeias produtivas do mar, representando 23% de participação na economia do mar brasileira.

 

Os temas que estarão em discussão

Dia da semana Temas em discussão
Segunda-feira (25) Saúde e Desenvolvimento
Terça-feira (26) Economia Nuclear
Quarta-feira (27) Defesa e Segurança
Quinta-feira (28) Indústria Naval, Portuária e Construção
Sexta-feira (29) Logística

 

Os focos de atenção do polo virtual

Os idealizadores da Semana Polo do Mar Conecta tiveram em mente características do estado que o tornam propenso ao desenvolvimento de novos negócios, principalmente no que se refere a pequenos e micro empreendedores, especialmente nesses tempos de isolamento social, quando muitos deles têm seus negócios seriamente ameaçados. O ponto de partida da empreitada é utilizar o poder de compra das grandes empresas dos polos competitivos do estado do Rio para manter economia local funcionando.

Favorece o alcance desse objetivo fato de as grandes empresas terem interesse em ajudar negócios locais; e a oportunidade de realizar uma ação conjunta de impacto, com base na integração e convergência das cadeias produtivas locais para mitigar os efeitos da covid-19. A ideia é usar os encontros para disseminar as políticas de compras das grandes empresas e suas demandas de bens e serviços; e promover a oportunidade de novos negócios. Com isso, a atenção será voltada para palestras de informação e conhecimento de temáticas sugeridas pela Fecomércio-RJ, a apresentação da política de compras das grandes empresas e a realização de rodadas de negócios virtuais. Durante o evento será lançada a cartilha “Como Vender para Grandes Empresas” e o catálogo de fornecedores com participação na semana.

A programação incluirá 19 palestras e talkshows e sete negociações virtuais, com intuito de conectar pequenas e grandes empresas para disseminar informações, promover networking e oportunidades de negócios. A previsão é que ocorram no mínimo 200 negociações entre grandes e pequenas empresas. O público esperado é de mil participantes no período do evento.

O diretor presidente da ICN, André Portalis, fará palestra na abertura oficial do evento, na segunda (25), sobre perspectivas para o desenvolvimento da economia do mar. Farão também parte da abertura Antônio Florêncio de Queiroz, presidente da Fecomércio-RJ e do Conselho Deliberativo do Sebrae-RJ, entidade que estará também representada pelo diretor superintendente, Antonio Alvarenga; o diretor de Desenvolvimento, Sérgio Malta; e pelo diretor de Produtos e Atendimento, Júlio Cezar Rezende de Freitas.

 

 

 

 

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!