sábado, outubro 23, 2021
InícioSem categoriaPolícia Civil faz operação contra grupo criminoso em Itaguaí

Polícia Civil faz operação contra grupo criminoso em Itaguaí

AÇÃO A Polícia Civil realizou, na manhã de quinta-feira (2), a Operação Freedom de combate à  um grupo criminoso no Rio de Janeiro e na Região Metropolitana. Os agentes cumprem mais de 40 mandados de prisão contra o grupo, que atua no município de Itaguaí.

De acordo com as investigações, os suspeitos teriam ligação com grupos de exploradores que atuam em Campo Grande, Cosmos, Santa Cruz e Paciência, na zona oeste da capital.

Até às 10h de quinta-feira, 25 pessoas haviam sido presas. A quadrilha é acusada de extorquir de comerciantes e moradores dos bairros de Chaperó, Ponte Preta, Coroa Grande, Reta, Engenho, Mazomba e Brisamar. O grupo também praticaria roubos e adulteração de veículos, receptação, tráfico de drogas e homicídios, segundo informações da 50ª DP (Itaguaí).

Os agentes buscam ainda um cemitério clandestino, t

AÇÃO A Polícia Civil realizou, na manhã de quinta-feira (2), a Operação Freedom de combate à  um grupo criminoso no Rio de Janeiro e na Região Metropolitana. Os agentes cumprem mais de 40 mandados de prisão contra o grupo, que atua no município de Itaguaí.

De acordo com as investigações, os suspeitos teriam ligação com grupos de exploradores que atuam em Campo Grande, Cosmos, Santa Cruz e Paciência, na zona oeste da capital.

Até às 10h de quinta-feira, 25 pessoas haviam sido presas. A quadrilha é acusada de extorquir de comerciantes e moradores dos bairros de Chaperó, Ponte Preta, Coroa Grande, Reta, Engenho, Mazomba e Brisamar. O grupo também praticaria roubos e adulteração de veículos, receptação, tráfico de drogas e homicídios, segundo informações da 50ª DP (Itaguaí).

Os agentes buscam ainda um cemitério clandestino, também em Itaguaí, onde a quadrilha enterrava suas vítimas. Na ação, os policiais apreenderam armas e um computador.

Todos os detidos foram levados para a Cidade da Polícia, no Jacaré, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

ATENTADO E ATAQUE

Durante as investigações, a polícia recebeu denúncias de que o grupo de Itaguaí planejava um atentado contra a vida do titular da 50ª DP, Moysés Santana Gomes, além de atacar a própria delegacia.

No decorrer das investigações, percebeu-se que grupo do município atuava como uma “franquia” da Liga da Justiça

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!