domingo, outubro 24, 2021
InícioItaguaíPolícia Civil faz “Blitz da Mulher” em Itaguaí

Polícia Civil faz “Blitz da Mulher” em Itaguaí

CELEBRAÇÃO POLICIAL Em dias em que a polícia, de uma forma geral, tem se ocupado em conter a violência social como nunca tínhamos visto antes e, consequentemente, nela se faz a imagem de indiferente e carrancuda, eis que a equipe da Delegacia Itaguaí (50ª DP) surpreende com uma “blitz” inesperada e fora do comum nesta segunda-feira (8) onde, ao invés de arma em punho e tensão, comuns em qualquer operação policial, o que se viu foi distribuição de rosas no centro da cidade em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

Na denominada “Blitz da Mulher”, os agentes da 50ª DP abordaram carros conduzidos por mulheres para homenageá-las com a entrega das flores que, também, foram oferecidas às que circulavam pelo local. O próprio delegado titular da 50ª DP, Marco Aurélio Castro, comandou a “operação” e fez questão de “abordar”

CELEBRAÇÃO POLICIAL Em dias em que a polícia, de uma forma geral, tem se ocupado em conter a violência social como nunca tínhamos visto antes e, consequentemente, nela se faz a imagem de indiferente e carrancuda, eis que a equipe da Delegacia Itaguaí (50ª DP) surpreende com uma “blitz” inesperada e fora do comum nesta segunda-feira (8) onde, ao invés de arma em punho e tensão, comuns em qualquer operação policial, o que se viu foi distribuição de rosas no centro da cidade em homenagem ao Dia Internacional da Mulher.

Na denominada “Blitz da Mulher”, os agentes da 50ª DP abordaram carros conduzidos por mulheres para homenageá-las com a entrega das flores que, também, foram oferecidas às que circulavam pelo local. O próprio delegado titular da 50ª DP, Marco Aurélio Castro, comandou a “operação” e fez questão de “abordar” mulheres e crianças para doar rosas, de diferentes cores, apoiado por sua equipe, na “blitz” que teve início às 11h e se estendeu até, aproximadamente, 13h. “As pessoas quando vão à delegacia dizem que ninguém gosta de ir lá porque quer, ficando sempre uma imagem negativa. A gente sabe que, nem sempre, o atendimento é a contento – a Polícia Civil está uma defasagem muito grande com o número de servidores –. Isso realmente sobrecarrega e faz com que o servidor esteja, mesmo, já no limite”, disse o delegado.

 

Marco Castro falou ainda sobre a interação com a população. “Quando temos a oportunidade de mostrar para a sociedade que o servidor está ali dando o seu melhor, a gente faz. E essas datas assim são uma dessas oportunidades. Então, hoje, nós fomos para a rua homenagear as mulheres pelo Dia Internacional da Mulher, e levamos rosas… Fizemos a ‘Blitz da Mulher’. Nessa blitz o carro era encostado e a condutora agraciada com uma singela rosa, ganhando parabéns pelo dia da mulher”, descreve o delegado Marco Castro, que coloca a Delegacia à disposição para o cidadão, para ouvi-lo com o objetivo de melhorar o atendimento: “Estou sempre às ordens para ouvir e sempre querendo melhorar o atendimento e… tomar um cafezinho. Bater um papo com o delegado… Procurem sempre o delegado, porque estou sempre à disposição”, enfatizou.

Marco Castro aproveitou para declarar que está satisfeito em trabalhar em Itaguaí e arrisca dizer que a cidade, por ser próspera, deveria ser a capital do Brasil. O delegado disse que quem quiser uma orientação, ser acolhido ou, simplesmente, saber o que fazer diante de um problema, ainda que não seja criminal, está à disposição para receber a população.

O delegado Marco Castro deu entrevista exclusiva ao Jornal Atual sobre a blitz. Ouça o áudio clicando abaixo.

 

 

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!