quarta-feira, maio 18, 2022
InícioCultura/DiversãoPintor pretende compor telas dos 92 municípios do RJ

Pintor pretende compor telas dos 92 municípios do RJ

Ronan Paes, morador de Duas Barras, já pintou Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica e outras 57 cidades em projeto artístico ambicioso

Apesar de ter começado a pintar há pouco tempo, Ronan Paes Pinho, de 35 anos, teve uma ideia desafiadora: compor telas com imagens significativas dos 92 municípios do estado do Rio de Janeiro. Ele começou em 2018, e, depois de compor a tela com a Igreja Matriz de Duas Barras – cidade de cerca de 10 mil habitantes onde mora, perto de Nova Friburgo -, Ronan estabeleceu para si o desafio, depois de uma repercussão muito positiva sobre a tela que pintou. De lá para cá, ele já retratou mais de 60 cidades do estado do Rio de Janeiro com a técnica óleo sobre tela e também alguns azulejos.

“Pinto a partir de fotos que pesquiso na internet ou que eu mesmo tiro, analiso e crio os cenários. Às vezes acrescento animais, pessoas, modifico as tonalidades de cores, intensifico as perspectivas. Também sigo padrões contemporâneos, como aplicação da regra dos terços, cores complementares e composições baseadas em técnicas de pintores do passado”, explica Ronan, que complementa: “Estudo muito sobre arte barroca e contemporânea, sempre para me aprimorar”.

As famosas Ruínas em Mangaratiba, tema do quadro sobre a cidade: artista escolhe algumas imagens pela internet e parte para a elaboração, algumas vezes, também em azulejos (Arquivo Pessoal)

Ronan é autodidata. Começou com ilustração e, em pouco mais de quatro anos, já compõe trabalhos de diferentes tamanhos e, muitas vezes, de difícil execução. A dimensão das telas ou a decisão de pintar em azulejos depende muito da complexidade da imagem a retratar. Alguns quadros levam mais tempo para terminar que outros, mas ele não perde de vista a meta que estabeleceu para si: “Faltam ainda 30 telas, mais ou menos”, lembra o artista.

Ronan faz da pintura o seu trabalho principal. E tem sido bem-sucedido: ele já enviou encomendas para várias cidades e estados, como São Paulo, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Bahia. “Graças a Deus vivo da minha arte”, comemora ele.

ITAGUAÍ, MANGARATIBA E SEROPÉDICA

Ronan já pintou quadros que retratam Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica.

Para a tela de Itaguaí, ele escolheu a Estação, que hoje abriga um centro cultural mantido pela prefeitura.

Óleo sobre tela que mostra a Estação, em Itaguaí: construção famosa da cidade compõe o acervo de cerca de 60 cidades já retratadas pelo artista (Arquivo Pessoal)

Para Mangaratiba, uma das paisagens escolhidas foi a Praia de Paciência, que ele pintou em um azulejo. Mas em uma tela, ele pintou as Ruínas.

O prédio principal da Universidade Rural, em Seropédica, foi tema de outro quadro.

Ronan vendeu alguns quadros desse projeto na cidade de Duas Barras e não doou nenhum trabalho seu. Há planos de uma exposição internacional, mas ainda em fase de levantamento de recursos. O custo é alto e ele precisa de patrocinadores dispostos a levar os quadros para fora do país, em euros.

Enquanto a exposição não acontece, Ronan continua a pintar as cidades e aceitar encomendas. Com um terço do projeto cidades ainda por terminar, o artista ainda vai gastar muitas horas, tintas e pincéis para compor um acervo de imagens fluminenses do qual não se tem notícia equivalente. Um autêntico tour de force, como dizem os franceses.

Ronan aceita encomendas. Interessados podem acessá-lo pelo WhatsApp (22) 9-9283-3079, Instagram = ronanpinturas ou Facebook = Ronan Paes.

Matérias relacionadas

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!