sexta-feira, outubro 22, 2021
InícioItaguaíPalhaçaria solidária em Itaguaí

Palhaçaria solidária em Itaguaí

DEDICAÇÃO AO PRÓXIMO
Os internos em unidades de saúde da região podem passar a usufruir de uma bela iniciativa proporcionada pela união de representantes da Catedral de São Francisco Xavier (CSFX), do Conselho de Capelania do Hospital Municipal São Francisco Xaxier (CCHMSFX) e da Orquestra Jovem de Itaguaí (OJI), somando ao todo 28 voluntários, que encontraram na arte da palhaçaria uma forma de proporcionar momentos de alegria e conforto para as pessoas em situação de cuidado hospitalar, durante divertidos contatos com a chamada Trupe de Hospital.

A mobilização em torno dos benefícios que a palhaçaria pode oferecer a quem está internado para tratamento de saúde foi idealizada pelo ator Adriano Evangelista, que há 15 anos incorpora a figura do Palhaço Didi e resolveu dar a nova ocupação ao personagem, por meio da criação da Trupe de

DEDICAÇÃO AO PRÓXIMO

Os internos em unidades de saúde da região podem passar a usufruir de uma bela iniciativa proporcionada pela união de representantes da Catedral de São Francisco Xavier (CSFX), do Conselho de Capelania do Hospital Municipal São Francisco Xaxier (CCHMSFX) e da Orquestra Jovem de Itaguaí (OJI), somando ao todo 28 voluntários, que encontraram na arte da palhaçaria uma forma de proporcionar momentos de alegria e conforto para as pessoas em situação de cuidado hospitalar, durante divertidos contatos com a chamada Trupe de Hospital.

A mobilização em torno dos benefícios que a palhaçaria pode oferecer a quem está internado para tratamento de saúde foi idealizada pelo ator Adriano Evangelista, que há 15 anos incorpora a figura do Palhaço Didi e resolveu dar a nova ocupação ao personagem, por meio da criação da Trupe de Hospital. A missão solidária ganhou ainda maior relevância quando passou a contar com o apoio do padre José Eduardo Moura Lima, da CSFX; do pastor Gilberto Krick, que integra o CCHMSFX representando a Igreja Evangélica Luterana do Brasil em Itaguaí; e do maestro Adriano Souza, regente da OJI.

Depois de convocados os primeiros voluntários da Trupe de Hospital, o exército do bem da entidade começou um treinamento, em agosto, visando a preparação de novos militantes da causa, arregimentando cerca de 12 pessoas, que assistiram aulas até o mês passado. O próximo passo é começar a elaborar uma agenda de visitas a ambientes hospitalares, procurando levar entretenimento e conforto como terapias auxiliares na elevação da moral de que está eventualmente abatido por algum problema de saúde. O Palhaço Didi informa que a primeira visita deve ser realizada, ainda em novembro, ao Hospital Municipal São Francisco Xavier.

Sem a indumentária que o transforma no divertido personagem circense, e falando sério sobre a iniciativa, o ator Adriano Evangelista conta que entre os voluntários da Trupe de Hospital estão trabalhadores do Porto de Itaguaí, professores, profissionais liberais e estudantes a partir dos 16 anos, que, aliás, dependendo da área, podem contabilizar a dedicação ao próximo como horas de estágio em sua folha escolar. “O importante é a missão de levar alegria e cor para os ambientes hospitalares”, acrescenta Adriano, colocando o telefone 964-631-454 à disposição para quem desejar mais informações sobre o projeto ou mesmo solicitar uma visita da trupe.

Foto Reprodução

Emoção na formatura de novos “palhaços”

Depois de frequentarem um treinamento que se estendeu do dia 2 de agosto até 31 de outubro, os novos “palhaços” do exército solidário e do bem tiveram formatura e tudo no Salão da Catedral São Francisco Xavier, onde o Palhaço Didi apresentou sua nova Trupe de Hospital. Os voluntários que participaram do treinamento se apresentaram em esquetes que divertiram o público.

O momento culminante do evento foi o da entrega dos certificados, ao som do violino do maestro Adriano Sousa, que executou a trilha sonora do filme “Jornada nas Estrelas”. “Foi um momento de grande emoção, em que houve pronunciamento dos novos pseudônimos dos voluntários, agora como palhaços”, resumiu Didi. “Convidamos você a se juntar a essa missão em uma experiência única. A Trupe de Hospital nasceu para se apresentar e se soltar diante das plateias hospitalares, fazer o bem, levar alegria e paz ao mundão. Torne-se um voluntário e ofereça apresentações inesquecíveis e acessíveis em hospitais. Participe dos nossos treinamentos gratuitamente e ou apoie nossa iniciativa”, convida Didi, dessa vez falando muito sério!

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!