sábado, dezembro 4, 2021
InícioSem categoriaOperação conjunta concluída no Porto de Itaguaí

Operação conjunta concluída no Porto de Itaguaí

BALANÇO O Comando Conjunto concluiu na tarde de ontem a megaoperação que envolveu a Marinha do Brasil o Exército, a Receita Federal e a Polícia Federal no Complexo Portuário de Itaguaí. Enquanto a Receita Federal verificou as condições de segurança das cargas de comércio exterior com o apoio de policiais federais, a Marinha realizou bloqueio e cerco marítimo na Baía de Sepetiba e a segurança portuária.

Segundo balanço da operação, divulgado na tarde de ontem pela Assessoria de Imprensa do Comando Militar do Leste, quatro mil contêineres foram auditados pela Receita, ocorreram 406 revistas pessoais e de veículos, 181 embarcações foram revistadas pela Marinha do Brasil, incluindo um navio mercante. Como resultado da operação a Marinha também notificou 10 embarcações. Já a Receita Federal apreendeu 60 toneladas de mercadorias import

BALANÇO O Comando Conjunto concluiu na tarde de ontem a megaoperação que envolveu a Marinha do Brasil o Exército, a Receita Federal e a Polícia Federal no Complexo Portuário de Itaguaí. Enquanto a Receita Federal verificou as condições de segurança das cargas de comércio exterior com o apoio de policiais federais, a Marinha realizou bloqueio e cerco marítimo na Baía de Sepetiba e a segurança portuária.

Segundo balanço da operação, divulgado na tarde de ontem pela Assessoria de Imprensa do Comando Militar do Leste, quatro mil contêineres foram auditados pela Receita, ocorreram 406 revistas pessoais e de veículos, 181 embarcações foram revistadas pela Marinha do Brasil, incluindo um navio mercante. Como resultado da operação a Marinha também notificou 10 embarcações. Já a Receita Federal apreendeu 60 toneladas de mercadorias importadas de forma irregular.

A megaoperação conjunta deflagrada na segunda-feira (24) teve o objetivo de fiscalizar as condições de segurança das cargas que passam pelo Porto de Itaguaí. A mobilização coordenada pelo Comando Militar do Leste envolve 700 militares das forças armadas, 50 agentes da Receita Federal e 12 policiais federais. Atuando sob orientação de um Comando Conjunto, essas equipes fizeram um cerco terrestre e realizaram revistas em pessoas e veículos para checar antecedentes criminais. A Marinha do Brasil trabalhou no bloqueio marítimo da Baía de Sepetiba e atuou na segurança portuária com dez embarcações, sendo uma lancha blindada. As forças armadas atuaram em apoio à Secretaria do Estado de Segurança Pública.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!