sexta-feira, outubro 22, 2021
InícioPolíciaMulher acusada de aplicar golpe do falso empréstimo presa em Itaguaí

Mulher acusada de aplicar golpe do falso empréstimo presa em Itaguaí

 

 

Estelionatária foi detida em uma agência bancária no momento em que tentava transferir o dinheiro do falso empréstimo sem aprovação da vítima

 

FLAGRANTE Policiais civis da 50ª DP (Itaguaí) prenderam em flagrante, nesta terça-feira (6), uma mulher acusada de fazer parte de um esquema de estelionatários que oferecem cartão de crédito a clientes previamente selecionados, que, sem saber, acabam contratando um empréstimo indevido. De acordo com a Polícia Civil, a acusada foi detida no interior de uma agência bancaria, em Itaguaí, no momento em que tentava transferir o dinheiro do falso empréstimo realizado sem a anuência da vítima para uma outra conta.

De acordo com os agentes, a autora, representando uma empresa financeira, oferecia um cartão de crédito às vítimas. Após toda a operação, os alvos recebiam vultuo

 

 

Estelionatária foi detida em uma agência bancária no momento em que tentava transferir o dinheiro do falso empréstimo sem aprovação da vítima

 

FLAGRANTE Policiais civis da 50ª DP (Itaguaí) prenderam em flagrante, nesta terça-feira (6), uma mulher acusada de fazer parte de um esquema de estelionatários que oferecem cartão de crédito a clientes previamente selecionados, que, sem saber, acabam contratando um empréstimo indevido. De acordo com a Polícia Civil, a acusada foi detida no interior de uma agência bancaria, em Itaguaí, no momento em que tentava transferir o dinheiro do falso empréstimo realizado sem a anuência da vítima para uma outra conta.

De acordo com os agentes, a autora, representando uma empresa financeira, oferecia um cartão de crédito às vítimas. Após toda a operação, os alvos recebiam vultuosas quantias em uma conta vinculada, a título de serem “bons clientes”. Na verdade, contudo, acabam contratando um empréstimo sem saber. As vítimas, surpresas com o crédito na sua conta, ligavam para a golpista, que dizia ter havido um erro e que mandaria uma representante para estornar a despesa na conta da empresa, levando o cliente a acreditar que o empréstimo seria cancelado.

Ainda de acordo com as investigações, a estelionatária explicava para as vítimas que, juntos, deveriam ir à agência dela para fazer uma transferência eletrônica disponível (TED) para uma conta de uma empresa de consultoria de negócios.

A Polícia Civil informou que a acusada vai responder por crime de estelionato. Ela foi encaminhada para o sistema prisional e ficarão à disposição da Justiça.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!