domingo, outubro 24, 2021
InícioSem categoriaMangaratibense acerta com time da primeira divisão da Geórgia

Mangaratibense acerta com time da primeira divisão da Geórgia

FUTEBOL O Brasil é um grande exportador de atletas. E não apenas para as principais ligas. No mercado alternativo tem muito brasileiro tentando ganhar a vida. É o caso do zagueiro e lateral Eriks. O carioca, natural de Mangaratiba acertou com o FC Dila Gori, da primeira divisão da Geórgia. O brasileiro tem no currículo toda a base no Internacional, de Porto Alegre, além de convocações para as Seleções de base. Eriks falou sobre a passagem no Colorado. “No Inter fiquei nove anos. Cheguei com 12 anos e sai aos 21. Rescindi meu contrato com o Inter em junho de 2017. Sou da mesma geração do Eduardo Bauerman, do Alisson Farias, o Willian lateral, entre outros. Vivi bons momentos no clube gaúcho, chegando inclusive a Seleção de Base”, disse. Do Inter a para a Ucrânia. “Fui pra Ucrânia e assinei 2 anos com o Mariupol. Passei um perí

FUTEBOL O Brasil é um grande exportador de atletas. E não apenas para as principais ligas. No mercado alternativo tem muito brasileiro tentando ganhar a vida. É o caso do zagueiro e lateral Eriks. O carioca, natural de Mangaratiba acertou com o FC Dila Gori, da primeira divisão da Geórgia. O brasileiro tem no currículo toda a base no Internacional, de Porto Alegre, além de convocações para as Seleções de base.

Eriks falou sobre a passagem no Colorado. “No Inter fiquei nove anos. Cheguei com 12 anos e sai aos 21. Rescindi meu contrato com o Inter em junho de 2017. Sou da mesma geração do Eduardo Bauerman, do Alisson Farias, o Willian lateral, entre outros. Vivi bons momentos no clube gaúcho, chegando inclusive a Seleção de Base”, disse.

Do Inter a para a Ucrânia. “Fui pra Ucrânia e assinei 2 anos com o Mariupol. Passei um período de 6 meses. Não sabia falar inglês e muito menos o russo. Foi muito difícil a comunicação no primeiro mês, não tinha tradutor e só tinha eu de brasileiro. Comecei a estudar inglês, procurei uma professora para aprender russo. Tive a oportunidade, mas não tive sequência e acabei saindo”, completou.

O brasileiro teve como intermediário, o ex-companheiro de Inter, Leandrinho, que o ajudou na chegada a equipe. “Na Geórgia eu tive indicação de um amigo que jogo comigo no Inter. Pediram um zagueiro e como eu faço a lateral-esquerda, facilitou minha transferência. As primeiras semanas foram bem difíceis pelo fuso horário. Com minha passagem na Ucrânia aprendi a falar Russo e inglês e isso tem facilitado minha adaptação e convívio com meus novos parceiros de clube. Assinei um contrato de 2 anos e minha expectativa é jogar, fazer bom jogos, e mais na frente poder  jogar em grandes ligas europeias, mas primeiramente meu foco é  ajudar o clube a conquistar títulos e estar sempre na melhor posição do campeonato”, finalizou.

 A estreia oficial seria no último dia 6 de agosto, diante do Torpedo Kutaisi, no entanto foi adiada, devido a compromissos do adversário na Liga Europa.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!