segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioDestaqueItaguaí vai mal em desenvolvimento sustentável, segundo pesquisa com metas da ONU

Itaguaí vai mal em desenvolvimento sustentável, segundo pesquisa com metas da ONU

Entre os mais de cinco mil municípios brasileiros, Itaguaí ficou na posição 2.358, segundo índice que monitora engajamento aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

No início do mês de julho, o Instituto Cidades Sustentáveis lançou o Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades – Brasil (IDSC-BR), que monitora o nível de engajamento de todos os 5.570 municípios brasileiros aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU. Itaguaí não apresentou bons resultados. Obteve 47,9 pontos (de 100) e teve classificação geral de 2.358 (de 5.570). Isto significa que há muitos desafios a serem superados.

Em comemoração pelo aniversário da cidade neste 2022, o ATUAL publicou uma revista especial cujo título é Itaguaí 204 anos – Os desafios da cidade que queremos. Com um conteúdo propositivo, a revista evidencia alguns aspectos em que a cidade precisa melhorar. Dificuldades no transporte, segurança pública, saneamento, saúde alimentar, abandono de animais e alagamentos constantes foram os temas que a publicação abordou. Para saber mais, clique no link https://jornalatual.com.br/edicao-digital/#dearflip-df_29956/1/.

OS 17 OBJETIVOS DA ONU (ODS)

O levantamento feito pelo Instituto Cidades Sustentáveis permite fazer diversos cruzamentos e comparações, o que gera um ranking Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) com cidades e regiões. Há um índice para cada objetivo e outro para o conjunto dos 17 ODS, o que permite avaliar o grau de desenvolvimento dos municípios para o cumprimento da Agenda 2030 de modo geral, e para cada objetivo que ela estabelece, em particular.

Veja a lista com os 17 objetivos:

1 – Erradicar a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares;

2 – Erradicar a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição e promover a agricultura sustentável;

3 – Garantir o acesso à saúde de qualidade e promover o bem-estar para todos, em todas as idades;

4 – Garantir o acesso à educação inclusiva, de qualidade e equitativa, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos;

5 – Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres;

6 – Garantir a disponibilidade e a gestão sustentável da água potável e do saneamento para todos;

7 – Garantir o acesso a fontes de energia fiáveis, sustentáveis e modernas para todos;

8 – Promover o crescimento econômico inclusivo e sustentável, o emprego pleno e produtivo e o trabalho digno para todos;

9 – Construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável e fomentar a inovação;

10 – Reduzir as desigualdades no interior de países e entre países;

11 – Tornar as cidades e as comunidades mais inclusivas, seguras, resilientes e sustentáveis;

12 – Garantir padrões de consumo e de produção sustentáveis;

13 – Adotar medidas urgentes para combater as alterações climáticas e os seus impactos;

14 – Conservar e usar de forma sustentável os oceanos, mares e os recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável;

15 – Proteger, restaurar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, travar e reverter a degradação dos solos;

16 – Promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas a todos os níveis;

17 – Reforçar os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável;

ITAGUAÍ

Em Itaguaí, os piores índices estão nos seguintes objetivos: erradicação da pobreza; saúde de qualidade; educação; trabalho digno; crescimento econômico, dentre outros. No relatório do IDSC, é possível entender os desafios que a cidade tem pela frente. Há uma legenda levando-se em consideração as cores Verde (ODS atingido), Amarelo (Há desafios), Laranja (Há desafios significativos), Vermelho (Há grandes desafios) e Cinza (Informações indisponíveis).

Recorte da página que mostra os resultados de Itaguaí: apenas indústria e energias renováveis atingiram objetivos estabelecidos pela ONU

Dos 17 objetivos, Itaguaí está na cor vermelha em dez deles. Ou seja, são quesitos onde a cidade ainda possui grandes desafios para tornar a cidade um local desenvolvido com sustentabilidade. Apenas em dois dos objetivos a cidade está em verde, ou seja, de acordo com a meta da ONU: o objetivo 7 (Energia renováveis e acessíveis) e o objetivo 9 (Indústria, inovação e infraestrutura).

Para acessar o Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades – Brasil (IDSC-BR) e ver em que pontos a cidade precisa alcançar condições de desenvolvimento satisfatório nos padrões das Organizações das Nações Unidas, clique aqui.

O ATUAL entrou em contato com a Prefeitura de Itaguaí para saber se e quais medidas serão tomadas em relação ao Índice da pesquisa, mas até o momento não obteve resposta.

Veja mais de:
Matérias relacionadas

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!