Itaguaí sedia audiência ambiental do Comitê Guandu

Dando continuidade ao processo de elaboração de seu Programa Municipal de Educação Ambiental (ProMEA), foi a vez dos municípios de Itaguaí, Paracambi, Piraí e Miguel Pereira realizarem suas audiências públicas do ProMEA. Promovidas em conjunto pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Guandu (CG-RJ), pela Associação Pró-Gestão das Águas da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Agevap), pelo Grupo Myr, com o apoio das prefeituras municipais, as audiências fazem parte da etapa de consolidação do ProMEA e têm o objetivo de apresentar a minuta final do respectivo decreto para análise e validação, ampliando a participação social da população e de setores interessados na discussão.

Paracambi realizou sua audiência no dia 9 de maio; Miguel Pereira no dia 10; Piraí em 13 de maio; e Itaguaí, dia 14. Todos os eventos foram conduzidos pela equipe do Grupo MYR, que fez um apanhado sobre o projeto até chegar a esta etapa, mostrando como se deu o funcionamento da consulta pública, realizada durante trinta dias para que a população pudesse apontar suas demandas e necessidades no âmbito municipal para a educação ambiental. Em seguida, a Equipe MYR apresentou apontamentos que surgiram na consulta pública. Após esse momento, os participantes puderam fazer novos apontamentos e observações ao ProMEA.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

IDEIA É RECUPERAR A QUALIDADE E A QUANTIDADE DA ÁGUA

Em todos os eventos já realizados, a MYR vem reforçando que o ProMEA não se encerra agora, afirmando que a educação ambiental deve ser um processo contínuo e que o documento é orientador para ações nos municípios que deve ser sempre revisto e acompanhado para fins de ICMS Ecológico. Segundo o CG-RJ, para reforçar esse processo de busca pela consolidação da educação ambiental como vetor de transformações positivas na Bacia do Guandu e propiciar a segurança hídrica da região com a recuperação da qualidade e da quantidade da água, é importante a implantação do Plano de Educação Ambiental (PEA) da Região Hidrográfica II – Guandu/RJ. E essa é a próxima fase rumo à consolidação da Educação Ambiental na Bacia do Guandu. O PEA será desenvolvido com base na consolidação das ações previstas nos ProMEAs Guandu e incluirá as que constam nos programas dos municípios de Vassouras e Rio de Janeiro. Todo o processo de construção do PEA Guandu será coletivo e participativo e deverá ser acompanhado e discutido pelas instâncias do CG-RJ, até sua aprovação final em reunião plenária. Na região, uma das próximas audiências públicas será em Seropédica, marcada para o dia 22 de maio, às 14 horas, na sede do Poder Legislativo.

Renato Reis

Renato Reis é bacharel em Comunicação Social, graduado em Jornalismo pela Universidade Gama Filho e atua como editor da edição digital do Jornal Atual.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com
/* */