Itaguaí: polícia recupera 15 pássaros silvestres mantidos em cativeiro

Policiais Militares da 4ª Unidade de Policiamento Ambiental (Parque Estadual da Juatinga) apreenderam em Itaguaí diversos pássaros silvestres mantidos em cativeiro, sem licença. A ação, realizada na manhã desta terça-feira (28), foi resultado de uma denúncia sobre caça ilegal encaminhada ao Linha Verde, programa do Disque Denúncia voltado para meio ambiente.

De acordo com o Comando de Polícia Ambiental, os agentes, munidos das devidas informações, se dirigiram à Rua Oito de Março, no bairro Chaperó, onde localizaram a casa citada na denúncia. No imóvel estavam um homem de 52 anos e uma mulher de 48, que permitiram a entrada da equipe.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Uma das armadilhas usadas para capturar pássaros apreendida pelos policiais (Divulgação)

Na varanda, no quintal e no interior da residência, os policiais identificaram 20 gaiolas, com 16 pássaros, sendo 11 coleiros, um bigodinho, três tizius e um pardal – este já morto. Havia ainda um teiú (lagarto), também sem vida, no congelador da cozinha.

Durante as diligências, foram apreendidos ainda 10 alçapões, três peças de farda militar camuflada; uma espingarda de pressão, uma rede japonesa (malha fina), um dichavador de metal, quatro embalagens de seda e um tablete de erva seca – não especificada até o momento.

LEIA MAIS

Em Itaguaí, PRF prende suspeito com motocicleta adulterada

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após os trâmites de praxe, a guarnição seguiu para a 50ª DP (Itaguaí), onde registrou a ocorrência.

Ainda de acordo com os policiais, já na delegacia, a autoridade policial autuou o homem por atentar contra espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão; com detenção de seis meses a um ano e multa mínima de R$ 500 por unidade – e porte de drogas. A reportagem procurou a Polícia Civil para apurar se ele já foi liberado para responder em liberdade, mas não obteve retorno até o momento.

Quanto aos animais, a polícia ambiental os encaminhou para o Cetas (Cetro de Triagem de Animais Silvestres) de Seropédica.

COMO DENUNCIAR

O Disque Denúncia orienta a população a denunciar crimes ambientais nos telefones (21) 2253-1177 ou 0300 253 1177 (Linha Verde), ambos com WhatsApp anonimizado – técnica de processamento de dados que remove ou modifica informações que possam identificar uma pessoa.

Redação

O Jornal Atual atua desde 2001 nas cidades de Itaguaí, Mangaratiba e Seropédica, bem como em parte da Zona Oeste do município do Rio de Janeiro, abordando o cotidiano da região e prestando serviço à comunidade da qual está inserida.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com
/* */