domingo, novembro 28, 2021
InícioItaguaíIlha da Marambaia volta a ficar às escuras

Ilha da Marambaia volta a ficar às escuras

Parece até novela, mas é pura realidade. A Ilha da Marambaia voltou a ficar às escuras. Ao contrário da semana passada em que a ilha ficou mais de 48 horas sem luz, desta vez já são mais 15 horas. As residências dos moradores e as instalações militares do Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia(Cadim) estão sem energia desde as 21h de terça-feira (19). Segundo o comandante do Cadim, capitão de mar-e-guerra Max Guilherme de Andrade e Silva, tanto o Cadim, quanto a comunidade remanescente de quilombo já fizeram várias reclamações a Enel, mas a falta de energia já virou rotina. O comandante disse que na ocasião em que os técnicos da Enel estiveram na ilha para restabelecer o fornecimento de energia na semana passada, sugeriu aos técnicos que fosse feita uma instalação direta do gerador do Cadim até a Escola Municipal Levy Miranda,

Parece até novela, mas é pura realidade. A Ilha da Marambaia voltou a ficar às escuras. Ao contrário da semana passada em que a ilha ficou mais de 48 horas sem luz, desta vez já são mais 15 horas. As residências dos moradores e as instalações militares do Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia(Cadim) estão sem energia desde as 21h de terça-feira (19).

Segundo o comandante do Cadim, capitão de mar-e-guerra Max Guilherme de Andrade e Silva, tanto o Cadim, quanto a comunidade remanescente de quilombo já fizeram várias reclamações a Enel, mas a falta de energia já virou rotina. O comandante disse que na ocasião em que os técnicos da Enel estiveram na ilha para restabelecer o fornecimento de energia na semana passada, sugeriu aos técnicos que fosse feita uma instalação direta do gerador do Cadim até a Escola Municipal Levy Miranda, para que os alunos não fossem prejudicados, mas a ligação na rede não foi feita. “Agora, mais uma vez estamos sem luz e as crianças estão sem aula. Vou fazer um expediente circunstancial a Enel, pois o descaso é muito grande. Moradores já tiveram prejuízo e o consumo de combustível está acima do normal para manter o quartel funcionando. Já chegou num nível insustentável”, relatou o comandante Max.

O ATUAL encaminhou um e-mail a Enel relatando a reclamação do comando do Cadim e do presidente da Associação da Comunidade Remanescente de Quilombo da Ilha da Marambaia (Arqimar), sobre a falta de energia na ilha. Em resposta, a assessoria de imprensa da Enel informou que vai verificar para dar um retorno, mas não informou se mandará técnicos para restabelecer a energia e nem o motivo dos constantes apagões na ilha.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!