sexta-feira, outubro 22, 2021
InícioSem categoriaGrupo Jonosake lança proposta para dinamizar e potencializar o turismo

Grupo Jonosake lança proposta para dinamizar e potencializar o turismo

RENATO REIS

Conglomerado empresarial que atua nos segmentos de turismo, eventos, entretenimento e lazer, o Grupo Jonosake, de Itaguaí, lançou um caderno de encargos destinados a dinamizar e potencializar o turismo regional, em particular, e o do estado do Rio de Janeiro, de um modo geral. A ideia é iniciar e ampliar a discussão sobre uma série de iniciativas, com a participação de diferentes segmentos da sociedade, criando condições de impulsionar a atividade após o término das restrições determinadas pelas autoridades em razão da pandemia do coronavírus.

“Além do protocolo de segurança e das sugestões ao poder público municipal de Itaguaí, nós também disponibilizamos a Proposta Jonosake de Colaboração para o Setor de Turismo do Estado do Rio, com medidas para melhorar e sustentar o segmento”
Akira Taguti
Grupo Jonosake

Execu

RENATO REIS


Conglomerado empresarial que atua nos segmentos de turismo, eventos, entretenimento e lazer, o Grupo Jonosake, de Itaguaí, lançou um caderno de encargos destinados a dinamizar e potencializar o turismo regional, em particular, e o do estado do Rio de Janeiro, de um modo geral. A ideia é iniciar e ampliar a discussão sobre uma série de iniciativas, com a participação de diferentes segmentos da sociedade, criando condições de impulsionar a atividade após o término das restrições determinadas pelas autoridades em razão da pandemia do coronavírus.

“Além do protocolo de segurança e das sugestões ao poder público municipal de Itaguaí, nós também disponibilizamos a Proposta Jonosake de Colaboração para o Setor de Turismo do Estado do Rio, com medidas para melhorar e sustentar o segmento”
Akira Taguti
Grupo Jonosake

Executivo do Grupo Jonosake, Akira Taguti explica que um dos pontos de partida do projeto foi a parceria focada numa cooperação técnica com a Kenko Saúde, centro médico que centraliza necessidades ambulatoriais, terapêuticas e diagnósticas em Itaguaí, com o propósito de colaborar com as definições médicas operacionais de prevenções e manutenções da saúde. “O produto desta colaboração é o Protocolo Jonosake de Segurança Contra a Covid-19, que será executado pelas operações de turismo, lazer e entretenimento do Jonosake”, informa ele.

AS TRADIÇÕES enraizadas na cidade pela presença da colônia japonesa é um dos alvos da proposta (FOTO REPRODUÇÃO)

Akira Taguti, inclusive, vem disponibilizando consultas públicas ao documento, que, segundo ele, está de acordo com as diretrizes governamentais, tanto estaduais, quanto federais. A proposta avança para proposições destinadas a colaborar com o setor de turismo estado. “Além do protocolo de segurança e das sugestões ao poder público municipal de Itaguaí, o Grupo Jonosake também disponibiliza a Proposta Jonosake de Colaboração para o Setor de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, que contém medidas sugeridas de melhorias e sustentação do segmento de turismo”, enfatiza ele.

No momento, ideia é superar a pandemia
Classificando a pandemia do coronavírus como causadora de um momento difícil e sem precedentes para o setor de turismo, o documento acentua que a questão sanitária mundial é a que demanda atenção e esforço nos dias atuais. O documento acentua, no entanto, que o desafio atual atrelado ao Plano Nacional de Turismo 2018-2022, oferece uma nova janela de oportunidades ao setor, que deve se preparar convenientemente para quando o isolamento sair da ordem do dia.

A ideia é iniciar e ampliar a discussão sobre iniciativas, com a participação de diferentes segmentos da sociedade, criando condições de impulsionar o turismo após o término das restrições determinadas pelas autoridades em razão da pandemia do coronavírus

Na perspectiva de injetar oxigênio nas atividades turísticas, a proposta elenca como vitais a qualificação e formalização das entidades e profissionais do turismo; a autonomia de venda de produtos turísticos por entidades e profissionais do turismo; a divulgação, sinalização e comunicação das ofertas turísticas e eventos; inovações tecnológicas para o setor; o fomento ao turismo rodoviário intermunicipal e interestadual; e a identidade da cultura japonesa no estado, notadamente em Itaguaí, que abriga a maior colônia nipônica em terras fluminenses, um estratégico referencial para o fortalecimento da sua regionalidade.

A CIDADE de Paraty, uma das mais visitadas do estado, tem uma organização com foto no setor (FOTO REPRODUÇÃO)

Sugestão inclui a criação de entidade regional
Para que essas propostas alcancem êxito, Akira Taguti defende a necessidade de aproximação com instituições acadêmicas da região, principalmente a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, para a elaboração de estratégias e ações visando o fomento do turismo na região. A ideia vem acompanhada com a sugestão de adoção do Vale Turismo, de abrangência nacional, que, a exemplo do Vale Cultura, destinaria valores exclusivos para o fomento do setor. Ele também considera a urgência na capacitação e formalização do segmento através de divulgações, campanhas institucionais, parcerias com instituições e entidades de suporte aos micro e pequenos empreendedores, além do reforço de uma fiscalização de cunho educacional e construtiva, motivando a formalização de micro operadores do segmento de turismo no estado.

O documento também acena ainda com a criação do Convention & Visitors Bureaux de
Mangaratiba, Itaguaí, Rio Claro e Seropédica, com o objetivo de fortalecer o trade turístico local, entender as potencialidades, encaminhar as necessidades de melhoramentos e aumentar a representatividade da região para o segmento de turismo, lazer e entretenimento, tanto no estado, quanto no país.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!