domingo, outubro 24, 2021
InícioSem categoriaFábrica de vacinas vai criar 5 mil empregos na construção civil em...

Fábrica de vacinas vai criar 5 mil empregos na construção civil em Santa Cruz

OPORTUNIDADE O governo do Estado do Rio de Janeiro divulgou que a construção do Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Santa Cruz, na zona oeste, é cercada pela expectativa da criação de cinco mil empregos na construção civil.  De acordo com o governo estadual, outros 1.500 postos de trabalho podem ser gerados com o funcionamento do complexo para a produção de vacinas e biofármacos. Segundo o governo, este será o maior centro de produção de imunizantes da América Latina.

Para o governo, o empreendimento no Distrito Industrial de Santa Cruz vai atrair novas empresas para o local, considerando a cadeia de suprimentos necessária para o grande volume de produção. A previsão é que a unidade esteja concluída em 2023. No mês passado, foi assinada a escritura definitiva do terreno num evento que

OPORTUNIDADE O governo do Estado do Rio de Janeiro divulgou que a construção do Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), em Santa Cruz, na zona oeste, é cercada pela expectativa da criação de cinco mil empregos na construção civil.  De acordo com o governo estadual, outros 1.500 postos de trabalho podem ser gerados com o funcionamento do complexo para a produção de vacinas e biofármacos. Segundo o governo, este será o maior centro de produção de imunizantes da América Latina.

Para o governo, o empreendimento no Distrito Industrial de Santa Cruz vai atrair novas empresas para o local, considerando a cadeia de suprimentos necessária para o grande volume de produção. A previsão é que a unidade esteja concluída em 2023. No mês passado, foi assinada a escritura definitiva do terreno num evento que contou com as presenças do governador em exercício Cláudio Castro; o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello; e a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima.

Com 580 mil metros quadrados, o terreno que abrigará o complexo foi cedido pela Companhia de Desenvolvimento Industrial do Estado do Rio de Janeiro (Codin). Serão nove prédios, englobando setores de processamento, embalagem, armazenamento de matéria-prima e produtos finais, controle e garantia da qualidade, e centrais de tratamento de resíduos e efluentes. No local, serão produzidas todas as vacinas da Fiocruz. “A parceria com a FioCruz faz parte da estratégia de desenvolvimento industrial do Estado do Rio de Janeiro. O trabalho visa o encadeamento produtivo, com fornecedores, fabricantes de insumos e equipamentos sendo instalados no entorno do Distrito Industrial de Santa Cruz, gerando empregos e renda para a população fluminense”, afirma Júlio Cesar Andrade, presidente da Codin.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!