terça-feira, outubro 26, 2021
InícioItaguaíEstado inicia a recuperação ambiental de rios em Seropédica

Estado inicia a recuperação ambiental de rios em Seropédica

INTERVENÇÕES A Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) iniciaram, na terça-feira (5), à limpeza e desassoreamento de trecho de um quilômetro do Canal do China e de dez quilômetros do Valão dos Bois, no município de Seropédica.  De acordo com a Seas, a previsão é retirar cerca de 65 mil metros cúbicos de sedimentos desses corpos hídricos para destinação ambiental adequada. 

O secretário estadual do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, disse que as intervenções têm por objetivo melhorar o escoamento desses rios, de forma a minimizar as inundações decorrentes do transbordamento dos mesmos. “Nosso papel é agir de forma preventiva para mitigar o impacto das chuvas nessa região. Estamos trabalhando por todo o estado para garantir que o meio ambiente e a população n

INTERVENÇÕES A Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) iniciaram, na terça-feira (5), à limpeza e desassoreamento de trecho de um quilômetro do Canal do China e de dez quilômetros do Valão dos Bois, no município de Seropédica.  De acordo com a Seas, a previsão é retirar cerca de 65 mil metros cúbicos de sedimentos desses corpos hídricos para destinação ambiental adequada. 

O secretário estadual do Ambiente e Sustentabilidade, Thiago Pampolha, disse que as intervenções têm por objetivo melhorar o escoamento desses rios, de forma a minimizar as inundações decorrentes do transbordamento dos mesmos. “Nosso papel é agir de forma preventiva para mitigar o impacto das chuvas nessa região. Estamos trabalhando por todo o estado para garantir que o meio ambiente e a população não sejam afetadas, explicou o secretário.  

O diretor de Recuperação Ambiental do Inea, Daniel Moraes, ressalta a importância desse trabalho para prevenir enchentes: “Estamos atuando em diversos municípios do Estado do Rio de Janeiro na retirada de sedimentos, resíduos flutuantes e plantas aquáticas que impactam diretamente no escoamento destes corpos hídricos. A remoção destes materiais contribui significativamente, na melhoria das condições de fluidez dos rios em estações chuvosas”, declarou.

Segundo o governo do estado, em 2020, a secretaria e o Inea retiraram 1 milhão e 198 mil metros cúbicos de sedimentos de 79 rios e canais localizados em 20 cidades fluminenses. Só na Baixada Fluminense, ainda segundo o governo, as intervenções beneficiaram 51 rios e canais situados nos municípios de Belford Roxo, Duque de Caxias, Japeri, Magé, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu e Queimados. Na Região Serrana do Rio, o Inea limpou e desassoreou os Rios Piabanha e Quitandinha, em Petrópolis; e o Rio Príncipe, em Teresópolis.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!