domingo, julho 3, 2022
InícioDestaqueEm Itaguaí, moradora de Coroa Grande é caso suspeito de varíola dos...

Em Itaguaí, moradora de Coroa Grande é caso suspeito de varíola dos macacos

Técnicos da prefeitura foram à casa de paciente, que está em isolamento domiciliar, fazer coleta de material para investigar contaminação por vírus

Dos quatro casos suspeito de contaminação do vírus da varíola dos macacos no estado do Rio de Janeiro, um é de Itaguaí. Em nota oficial, a prefeitura confirmou que a moradora de Coroa Grande – cujo nome o ATUAL optou por não revelar – foi atendida no Hospital Municipal São Francisco Xavier (no domingo, 19) e orientada a fazer isolamento domiciliar. Além disso, a prefeitura informou que “todas as medidas de controle e contenção foram tomadas” e que a Secretaria Municipal de Saúde já comunicou o fato às autoridades estaduais. A nota informa ainda que o Instituto Oswaldo Cruz vai fazer os testes para confirmar se a moradora de Itaguaí está ou não com a doença.

Um dado curioso: a prefeitura emitiu uma nota a princípio, com a informação de que a paciente trabalhava “em um hotel no município vizinho” (na verdade, o Club Med, em Mangaratiba), o que leva a supor que a contaminação tivesse ocorrido lá, por causa de um suposto contato com estrangeiros. Mas, em seguida, a assessoria divulgou uma nova nota com a informação suprimida.

Paciente apresenta um dos sintomas característicos da doença, mas investigação está em andamento e diagnóstico não está confirmado (Foto enviada pela paciente)

O ATUAL conversou por WhatsApp com a paciente. Ela disse que começou a sentir os sintomas a partir de 14 de junho, e que não vai ao Club Med “há mais de um mês”. Por isso ela acredita que, caso tenha se contaminado, que isto ocorreu em Itimirim, em Coroa Grande, onde mora. Foi a pedido dela que a prefeitura alterou a nota oficial de modo a suprimir a informação do seu local de trabalho. Ela também contou que técnicos foram hoje nesta segunda (20) na sua casa para coletar material a fim de proceder à investigação sobre a presença do vírus no seu organismo.

Paciente relata que começou a sentir os sintomas no dia 14 de junho, e que ainda tem muitas dores pelo corpo (Foto enviada pela paciente)

A paciente relatou que ainda sente muitas dores no corpo. Ela apresenta as bolhas e feridas características da varíola dos macacos, conforme fotos que ela mesma tirou e enviou para a reportagem, mas, como fez questão de ressaltar, seu caso ainda é de suspeita da doença. Somente após uma análise do Instituto Oswaldo Cruz é que se pode ter certeza se ela tem ou não varíola dos macacos. Ela contou que está tomando Dipirona e Deocil para conter as dores.

A prefeitura não informou a previsão para confirmação (ou não) do diagnóstico.

Veja mais de:
Matérias relacionadas

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!