quinta-feira, dezembro 9, 2021
InícioItaguaíDriblando a quarentena em meio às palavras

Driblando a quarentena em meio às palavras

RENATO REIS
renato.reis@jornalatual.com.br

O ex-prefeito e ex-secretário de Educação de Mangaratiba é, antes de qualquer função político-administrativa, um devotado homem das letras, condição que ficou evidenciada em ações de administração, como, por exemplo, o Beco da Poesia, obra que adorna um trecho bem peculiar de sua rotina, entre a praia com suas embarcações típicas de uma vila de pescadores e um casario que guarda histórias de tempos que ele costuma visitar em algumas de suas obras, sejam elas em forma de contos, poesias ou prosas, e que ganham vida em livros, revistas ou suplementos especializados.

Emil de Castro é um homem que, definitivamente, tem um indisfarçável gosto pela lida literária, sendo um autor inquieto e preocupado em perpetuar acontecimentos idos, mas, também, em tratar coisas de seu tempo, exercendo com abnega

RENATO REIS
renato.reis@jornalatual.com.br

O ex-prefeito e ex-secretário de Educação de Mangaratiba é, antes de qualquer função político-administrativa, um devotado homem das letras, condição que ficou evidenciada em ações de administração, como, por exemplo, o Beco da Poesia, obra que adorna um trecho bem peculiar de sua rotina, entre a praia com suas embarcações típicas de uma vila de pescadores e um casario que guarda histórias de tempos que ele costuma visitar em algumas de suas obras, sejam elas em forma de contos, poesias ou prosas, e que ganham vida em livros, revistas ou suplementos especializados.

Emil de Castro é um homem que, definitivamente, tem um indisfarçável gosto pela lida literária, sendo um autor inquieto e preocupado em perpetuar acontecimentos idos, mas, também, em tratar coisas de seu tempo, exercendo com abnegação as funções de poeta, contista, prosador, memorialista, biógrafo, crítico e produtor literário, afinal, além do domínio das palavras ele, por diversas vezes, dedicou considerável tempo à publicação de suplementos, cadernos e revistas literárias, produzidos por conta própria, sem a preocupação típica da visão mercantilista que caracteriza o mercado editorial contemporâneo.

O LIVRO Recomeço pode ser encontrado no endereço eletrônico do Clube dos Autores

Para quem é dono de uma bibliografia que reúne mais de 30 títulos, viver esses tempos de isolamento social não tem sido para Emil de Castro um período de incômodo desconforto como o é para muitos. Ao contrário, nos dias de quarentena ele tem dedicado horas a fio ao prazer de transformar em páginas, muitas delas aliás, parte da história de sua gente, dos seus amoráveis locais de convivência por toda uma existência e de amigos que colecionou pela vida. “Saindo do forno o novo livro do meu pai ‘Recomeço – Jornal Literário (2013 – 2015)’, disponível no Clube dos Autores. É só baixar, ou encomendar, e desfrutar. Mais outros oito estão no forno”, disse o filho do escritor, o engenheiro Emil Crokidakis Castro, em publicação numa rede social.
O livro Recomeço – Jornal Literário (2013 – 2015) pode ser encontrado no endereço https://clubedeautores.com.br/livro/recomeco-5. “A quarentena está produtiva. Estou ajudando meu pai na edição desses livros. É uma pena ver essas obras guardadas sem publicar”, comentou Emil Krokidakis.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!