terça-feira, outubro 26, 2021
InícioSem categoriaCooperação em defesa da mulher vítima de violência doméstica

Cooperação em defesa da mulher vítima de violência doméstica

FOTO DIVULGAÇÃO/PMMReunião entre as forças de segurança e instituições foi realizada na sede da GM, na Praia do Saco

Proteção a Mulher A equipe da Ronda Maria da Penha da Guarda Municipal (GM) de Mangaratiba participou de uma reunião com representantes de órgãos que fazem parte da rede estadual de proteção a mulher vítima de violência doméstica. O encontro realizado nesta terça-feira (4), na sede da GM na Praia do Saco, teve como objetivo debater estratégias e a padronização do acolhimento prestado ao público feminino.

De acordo com a Prefeitura de Mangaratiba, o evento contou com representantes da Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, do Centro de Referência Espec

FOTO DIVULGAÇÃO/PMM
Reunião entre as forças de segurança e instituições foi realizada na sede da GM, na Praia do Saco

Proteção a Mulher A equipe da Ronda Maria da Penha da Guarda Municipal (GM) de Mangaratiba participou de uma reunião com representantes de órgãos que fazem parte da rede estadual de proteção a mulher vítima de violência doméstica. O encontro realizado nesta terça-feira (4), na sede da GM na Praia do Saco, teve como objetivo debater estratégias e a padronização do acolhimento prestado ao público feminino.

De acordo com a Prefeitura de Mangaratiba, o evento contou com representantes da Patrulha Maria da Penha da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), da Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, do Centro de Referência Especializado em Atendimento à Mulher (CREAM) e da ONG Conquistando o Impossível.

A prefeitura informou que durante a reunião os participantes firmaram o compromisso de manter sempre ativa a troca de informações acerca do trabalho de proteção que já é realizado por cada uma das instituições. Segundo a GM, a cooperação tem o intuito fortalecer a rede de enfrentamento as violências no município e garantir o devido atendimento para qualquer demanda que chegue aos órgãos. “Com este trabalho integrado, as mulheres que necessitarem de atendimento terão sempre uma equipe pronta para as acolher, apoiar e dar a proteção que se fizer necessária. Isso serve tanto para as questões relacionadas a violência quanto para o período de acompanhamento das medidas protetivas em ativo”, explicou o guarda municipal Jesus, responsável pela Ronda Maria da Penha de Mangaratiba.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!