quarta-feira, janeiro 26, 2022
InícioItaguaíComitê Guandu realiza seminário de integração online

Comitê Guandu realiza seminário de integração online

Seminário do Comitê Guandu visa a integração, qualificação e debate sobre avanços

 

EVENTO O Comitê Guandu-RJ, órgão colegiado de gestão participativa da água mais antigo do estado do Rio de Janeiro, vai completar 19 anos neste sábado (3).  Para marcar a data e cumprir com resolução interna, o ComitêGuandu vai realizar nos dias 5, 6 e 7 de abril, às 9h, um seminário de integração online que irá contar com a participação de especialistas de todo o país para debater a gestão dos recursos hídricos da região hidrográfica que abastece nove milhões de pessoas na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O evento, voltado aos membros, será transmitido ao vivo pelo YouTube do Colegiado.

De acordo com o Comitê, nos três dias de programação serão discutidos temas importantes em relação a política estadual de recursos hídricos, os instrumentos de gestão, a governança e as ações necessárias para os avanços em qualidade ambiental. No primeiro dia, 5 de abril, às 9h, Leila Heizer, servidora aposentada da então Fundação Estadual de Engenharia e Meio Ambiente do Estado do Rio de Janeiro e também do Inea, irá falar sobre o Comitê Guandu, o que é e como foram seus primeiros anos. Neste dia haverá ainda a apresentação de todos os projetos em andamento e em implementação do Comitê, que a partir de agora, serão trabalhados pelos membros empossados em fevereiro deste ano.

Na terça-feira, dia 6 de abril, o tema será o sistema estadual de gerenciamento de recursos hídricos e os instrumentos de gestão. Mônica Massera da Hora, doutora em engenharia civil com ênfase em Recursos Hídricos (UFRJ), e professora do Departamento de Engenharia Agrícola e do Meio Ambiente da UFF, irá falar sobre o funcionamento do sistema estadual de gestão de recursos hídricos e o papel de cada ente desse sistema horizontal, moderno e participativo. Já Moema Versiani Acselrad, doutora em engenharia civil com ênfase em Recursos Hídricos e Saneamento (COPPE/UFRJ), e Gerente de Instrumentos de Recursos Hídricos e Governança das Águas do INEA, irá falar sobre os instrumentos de gestão, que são as ferramentas que o colegiado utiliza para alcançar os avanços ambientais na bacia. Os temas serão mediados por David de Andrade Costa, doutor em Planejamento Ambiental (COPPE/UFRJ), e professor do Instituto Federal Fluminense.

O terceiro e último dia, 7 de abril, será de debates em prol de avanços. Uma mesa redonda com Osman Fernandes da Silva (oceanólogo, pós doutor na área de recursos hídricos e coordenador de Instâncias Colegiadas do Sistema Nacional de Gerenciamento de Recursos Hídricos da ANA) e, Malu Ribeiro (jornalista com especialização em políticas públicas e gestão de recursos hídricos). Diretora de Políticas Públicas da Fundação SOS Mata Atlântica, vai debater como os comitês de bacias devem atuar para concretizar as ações que a região hidrográfica necessita. A mesa terá a mediação de Ângelo Lima, doutor em Geografia na área de Análise Ambiental e Dinâmica Territorial (UNICAMP) e secretário executivo do Observatório da Governança das Águas (OGA Brasil). O objetivo é debater de forma ampla as formas de atuação do colegiado para concretizar ações efetivas na bacia.

 

Os membros do colegiado participarão ativamente de todos os dias do seminário, que terá enquetes para a interação. A sociedade poderá acompanhar as discussões pelo canal do Comitê Guandu-RJ no YouTube.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!