quinta-feira, outubro 21, 2021
InícioItaguaíComeça a segunda edição da Semana Polo do Mar Conecta

Começa a segunda edição da Semana Polo do Mar Conecta

Evento online reuniu quase 300 participantes e trouxe vários destaques no primeiro dia

 
A Semana Polo do Mar Conecta começou. O evento, organizado pelo Sebrae Rio e o Sistema Fecomércio/RJ, com o apoio da Secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, vai até o dia 2 de julho com várias atrações sob o tema geral “Economia do Mar”. São 40 palestrantes, 24 instituições, 20 horas de palestras, 15 grandes empresas participantes e, ao final, rodadas de negócios que promete inserir pequenos e médios empreendimentos na cadeia produtiva da Economia do Mar (um conjunto de empresas, trabalhadores, entidades, pesquisadores e instituições em torno do mesmo ativo econômico: o mar).
O evento apresenta-se estruturado em 10 eixos temáticos, cujo objetivo principal é unir e agregar as cadeias produtivas dos

Evento online reuniu quase 300 participantes e trouxe vários destaques no primeiro dia

 

A Semana Polo do Mar Conecta começou. O evento, organizado pelo Sebrae Rio e o Sistema Fecomércio/RJ, com o apoio da Secretaria estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, vai até o dia 2 de julho com várias atrações sob o tema geral “Economia do Mar”. São 40 palestrantes, 24 instituições, 20 horas de palestras, 15 grandes empresas participantes e, ao final, rodadas de negócios que promete inserir pequenos e médios empreendimentos na cadeia produtiva da Economia do Mar (um conjunto de empresas, trabalhadores, entidades, pesquisadores e instituições em torno do mesmo ativo econômico: o mar).

O evento apresenta-se estruturado em 10 eixos temáticos, cujo objetivo principal é unir e agregar as cadeias produtivas dos Polos Competitivos da Rede de Valor da Economia do Mar do estado do Rio de Janeiro para disseminar informações, promover networking e oportunidades de negócios.

O primeiro dia do evento, muitas trocas de experiências e informações no Fórum Brasil-Portugal, casos de sucesso de projetos já em andamento, lançamento de políticas públicas específicas para o setor e a assinatura de uma carta de intenções por parte de municípios que ajudam a construir a Economia do Mar fluminense.

PALESTRA MAGNA e BRASIL-PORTUGAL

A palestra Magna foi ministrada pelo presidente da Funcex, Antonio Carlos da Silveira Pinheiro, com o tema “Da Economia e do Cluster do Mar à um Ecossistema de Inovação para Plataforma Inteligente de Negócios”.

A primeira a falar, depois da apresentação geral do evento e da palestra Magna, foi subdiretora geral de Política do Mar de Portugal, Dra. Maria da Conceição de Jesus dos Santos. Ela ressaltou a importância da contribuição entre Brasil e Portugal no setor e demonstrou que as iniciativas de inovação são fundamentais para o desenvolvimento das cadeias produtivas.

A Superintendente da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Fernanda Curdi, foi a próxima participante seguida de Ruben Eiras, representante de Portugal do Fórum Oceano e Coordenador para o empreendedorismo, inovação, investimento e financiamento da Economia Azul.

Fabio Hochleitner, da UFRJ / Coppe e representante da Air Centre de Portugal no Brasil, falou sobre a rede de Pesquisa do Oceano Atlântico de Portugal – Modelagem computacional hidrodinâmica marinha à dispersão de poluentes nos oceanos.

O professor Alexandre Freitas, da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, palestrou sobre a matriz de desenvolvimento da Economia do Mar no Rio de Janeiro.

CIDADES DO MAR

O primeiro dia do evento trouxe dois painéis: Encontro Fóruns do Mar e Encontro das Cidades do Mar.

O Encontro das Cidades do Mar teve como objetivo conectar lideranças para apresentação de suas iniciativas relacionadas a cadeia de valor do mar, e firmar um compromisso tendo o mar como o vetor de desenvolvimento econômico sustentável do Rio de Janeiro.

As seguintes autoridades participaram: O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais – Vinícius Farah; O secretário de Agricultura, Abastecimento e Pesca – Marcelo Queiroz; O secretário de Desenvolvimento Econômico do Município do Rio – Chicão Bulhões.

Dos municípios, foram os seguintes: secretário de Desenvolvimento Econômico de Niterói – Américo Diniz (PoloMar Niterói); secretário de Desenvolvimento Econômico de Maricá – Igor Sardinha; secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda de Macaé – Rodrigo Viana; secretário da Ilha Grande – Carlos Kazuo (Prefeitura de Angra dos Reis), além de outros representantes de municípios ligados à Economia do Mar.

FÓRUNS DO MAR

No painel “Fóruns do Mar”, participaram, representando o Big Valley, Samuel Teodoro (líder da Comunidade); João Rabello (ex-secretário de Desenvolvimento de Angra dos Reis e Diretor do Jornal Maré); Francisco Matos e Vinicius Leite dos Anjos, da Itaguaí Construções Navais – ICN), representando o Fórum de Fornecedores da Baía de Sepetiba.

Do Fórum de Fornecedores de Mangaratiba participou Rodrigo Bondim, da secretaria de Desenvolvimento de Mangaratiba e Thiago Cerqueira, do Fórum de Fornecedores do Complexo do Açu.

Foi neste painel que houve o lançamento do Fórum Economia do Mar Brasil Portugal, por Renata Ramalhosa e Dulce Ângela (Senac).

POLÍTICAS PÚBLICAS

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Vinícius Medeiros Farah, disse no evento que a ideia de promover desenvolvimento por meio da Economia do Mar é concreta, tanto é assim que a sua pasta publicou um decreto em que institui um Grupo de Trabalho para elaborar proposta de política pública para fomentar a “Economia do Mar” e identificar as ações estratégicas necessárias para que o Estado do Rio de Janeiro amplie sua participação e adense a cadeia produtiva do setor. O Grupo será coordenado pela Subsecretaria de Indústria, Comercio, Serviços e Ambiente de Negócios da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais (SEDEERI) e contará com a participação da Subsecretaria de Óleo, Gás e Energia, podendo se estender para as demais áreas da Secretaria e suas Entidades vinculadas.

SEGUNDO DIA

As atrações do evento continuam no segundo dia, com três painéis: “Polo do Mar da Baía da Ilha Grande”, “Turismo no Cenário Atual” e “Startups & A Inovação Junto Aos Grandes Empreendimentos”. O segundo dia é dedicado a conectar pequenas empresas com grandes empresas do setor Náutico da Costa Verde, para apresentar as perspectivas do mercado e as oportunidades de negócios.

Algumas empresas participantes: SPLENDA – O Porto de Angra – João Paulo Amaral; BR MARINAS – Maior concentração de marinas do Brasil – Gabriela Lobato; HÍGIA – Treinamentos Navais – Marcus Springer; ÂNCORA – Documentação no Setor Náutico – Luciano Andrade; EVA – Produção de Stand-Up Sustentáveis – Pedro Bontempo; VOLANTIS – Luxury CleaningCompany – Marcia Bontempo.

No painel de Turismo, além do Sebrae/RJ, estão confirmadas as seguintes entidades: AgeRio, Fundetur, UniRio/Rede Tec, Inea. Também serão relatados dois casos de sucesso: Maré Mansa (Ricardo Barros) e Estância Turística Jonosake (Akira Taguti).

No painel “Startups & A Inovação Junto Aos Grandes Empreendimentos” estão confirmados: OceanPact – Uso sustentável do Mar – CEO Flavio Andrade; Pôle MerBretagne Atlantique e ICN – Modelo de Inovação Tecnológica – Phillippe Monbet (França) e Vinicius Leite; Hub Bluetech Rio – Programa de Inovação aberta – Lindália Junqueira e Renata Ramalhosa; Alterdata – Transversalidade da Inovação – Presidente LadmirCarvalho; Startup Bizcargo – Rui Barros; Startup I4sea – Bruno Balbi; Startup Portuguesa que participa do Projeto “Atlantic Smart Ports Blue Acceleration Network – AspBAN – Rocha Vieira; Startup Phygitall.

PARA PARTICIPAR

Para os interessados, é só clicar em

https://conteudos.rj.sebrae.com.br/semanapolodomarconecta.

O evento é gratuito.

Diretor do Sebrae avalia primeiro dia

Sérgio Malta ressalta a importância do evento e comemora o pioneirismo do Rio de Janeiro na criação de políticas públicas voltadas para a Economia do Mar

 

O diretor de Desenvolvimento do Sebrae Rio, Sergio Malta, respondeu algumas perguntas sobre o primeiro dia da segunda edição da Semana Polo do Mar Conecta. Confira.

Sérgio Malta – Diretor Sebrae

 

Qual é o objetivo principal do evento?

SERGIO MALTA: Temos alguns objetivos com esse evento. A primeira é transformar a Economia do Mar em uma oportunidade para fugirmos da crise. Pela nossa localização geográfica, a Economia do Mar precisa ter uma política pública. Promover parcerias comerciais entre grandes e pequenas empresas gerando novos negócios. Buscar inovações para o setor com divulgação de dados e informações da cadeia produtiva de óleo e gás, além do lançamento de pesquisas e cursos voltados para as políticas públicas do mar.

Qual é o balanço do primeiro dia?

SM: Excelente. Durante o evento, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, anunciou a criação de um grupo de trabalho voltado para debater a Economia do Mar. E o evento já cumpriu um dos objetivos, transformando a Economia do Mar em uma política pública estadual, o que foi anunciado pela secretaria de desenvolvimento por Decreto em Diário Oficial. O Rio de Janeiro será o primeiro estado do país com uma política pública estratégica de fomento aos setores ligados ao mar. Ainda há um estudo sobre a viabilidade de uma linha de crédito especial para micro e pequenas empresas que atuem no segmento.

De que maneira a iniciativa do Sebrae vai colaborar com a Economia do Mar?

SM: Temos importantes polos como o Polo da Baía de Sepetiba, o Polo da Baía da Ilha Grande, o Polo do Porto do Açu, o Polo do Mar de Niterói, além do Cluster Tecnológico Naval do Rio de Janeiro. O Sebrae realiza fóruns com esses parceiros, além de promover parcerias para o desenvolvimento em regiões como Itaguaí e Mangaratiba, além de assinar parcerias com grandes empresas de encadeamentos produtivos para promover o desenvolvimento econômico para o estado, unindo grandes e pequenas empresas.

Especificamente em relação a Itaguaí, o que o evento trará de benefícios?

SM: Itaguaí apresenta excelentes resultados. O município teve um aumento de 139% de compras das grandes empresas com as empresas locais. O evento vai promover a integração da governança do Polo de Itaguaí com as grandes empresas locais. Teremos o fortalecimento do fórum do empreendedor e assinatura de parcerias com grandes empresas que buscam fornecedores locais.

Como o evento foi estruturado e como os palestrantes foram escolhidos?

Foi estruturado visando o perfil da Economia do Mar. O Estado do Rio de Janeiro está dividido em baías e bacias hidrográficas como o Polo do Mar da Baía de Guanabara, a Bacia de Santos e a Bacia de Campos, por exemplo. A partir dessas estruturas, o evento foi organizado pensando nas cadeias produtivas locais e estaduais. Por isso também convidamos especialistas internacionais de países como Portugal e França, que possuem expertises diferenciadas na área.

 

 

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!