quarta-feira, dezembro 1, 2021
InícioPoderCâmara de Mangaratiba inicia sessões por videoconferência

Câmara de Mangaratiba inicia sessões por videoconferência

A Câmara Municipal de Mangaratiba (CMM) realizou, na manhã da quinta-feira (14), a primeira sessão ordinária remota da história do Legislativo da cidade. Segundo a CMM, iniciativa foi devido à situação de calamidade pública ocasionada pela pandemia da covid-19, adotada pela mesa diretora visando evitar sessões presenciais.
De acordo com a CMM, a primeira sessão remota da região da Costa Verde foi adotada visando à segurança dos parlamentares, assessores, funcionários e da população. A sessão virtual ocorreu com os parlamentares, na sua maioria, cada um na sua residência, mas ligados via aplicativo da web. O vereador Renato Fiufiu participou da sessão do seu gabinete na CMM. Durante a sessão remota, os vereadores votaram projetos de lei e pareceres das comissões permanentes, apresentaram indicações e discutiram temas considerados relev

A Câmara Municipal de Mangaratiba (CMM) realizou, na manhã da quinta-feira (14), a primeira sessão ordinária remota da história do Legislativo da cidade. Segundo a CMM, iniciativa foi devido à situação de calamidade pública ocasionada pela pandemia da covid-19, adotada pela mesa diretora visando evitar sessões presenciais.
De acordo com a CMM, a primeira sessão remota da região da Costa Verde foi adotada visando à segurança dos parlamentares, assessores, funcionários e da população. A sessão virtual ocorreu com os parlamentares, na sua maioria, cada um na sua residência, mas ligados via aplicativo da web. O vereador Renato Fiufiu participou da sessão do seu gabinete na CMM. Durante a sessão remota, os vereadores votaram projetos de lei e pareceres das comissões permanentes, apresentaram indicações e discutiram temas considerados relevantes.
Ao fim da primeira sessão remota, o presidente da CMM, Charles Graçano, o Charlies da Vídeo Locadora, agradeceu ao vereadores e funcionários ressaltando que a medida é uma prevenção, mas que não será para sempre. “Acredito que em 30 dias a vida vai voltar um pouco ao normal, porém a gente tem visto casos cada vez mais próximos das nossas famílias e amigos. E como o vereador está sempre presente com o povo, nada melhor a gente prevenir”, explicou o presidente encerrando a primeira sessão remota.
Além do presidente da CMM, participaram da primeira sessão remota os vereadores Doutor Davi, Emilson Coelho, Fernando do Zé Luiz do Posto, Humberto Costa, Helder Rangel, Juninho Jacareí, Wlad da Pesca, Rodrigo Bondim, Renato Fifiu, Rômulo Carcará e Rogério da Máquina.

SESSÕES REMOTAS
Segundo a CMM, as sessões remotas seguem os mesmos dias e horários das presenciais, as terças e quintas, com início às 10h. Os procedimentos das próximas sessões remotas funcionarão da mesma forma da inaugural, com os vereadores do grupo de risco ficando em casa. Porém, a CMM informa que os parlamentares que se sentirem à vontade poderão participar das próximas sessões de seus gabinetes, na câmara.
A CMM informou ainda, que plataforma utilizada nas sessões remotas conta com um sistema que já havia sido implementado anteriormente. Cada vereador recebeu um tablet fornecido pela empresa que presta o serviço. Na última semana, os consultores treinaram e capacitaram assessores e vereadores para a participação das sessões online. Um software já instalado nos tablets foi responsável pela a primeira votação eletrônica, e outro programa pela videoconferência. A sessão foi transmitida pelo canal do Youtube da CMM.

UM SOFTWARE INSTALADO nos tablets dos vereadores foi responsável pela a primeira votação eletrônica
Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!