quinta-feira, outubro 28, 2021
InícioItaguaíAciapi comemora retomada de atividades em Itaguaí

Aciapi comemora retomada de atividades em Itaguaí

DECISÃO O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Itaguaí (Aciapi), Tadashi Tani, comemorou a iniciativa da prefeitura de baixar um decreto autorizando a flexibilização de uma série de atividades comerciais, possibilitando a abertura de estabelecimentos como restaurantes, escritórios de contabilidade e de advocacia, lojas do varejo, shopping centers, salões de festas, salões de beleza e barbearias, hotéis, pousadas, restaurantes em sítios ou fazendas, além de comércio ambulante e diversas atividades ao ar livre, academias e centros de condicionamento físico.

O decreto assinado pelo prefeito Rubem Vieira, no entanto, determina que as atividades sejam retomadas segundo uma série de protocolos, respeitando, inclusive, as regulamentações de órgãos específicos, os limites de lotação dos espaços, distanciamento mí

DECISÃO O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropastoril de Itaguaí (Aciapi), Tadashi Tani, comemorou a iniciativa da prefeitura de baixar um decreto autorizando a flexibilização de uma série de atividades comerciais, possibilitando a abertura de estabelecimentos como restaurantes, escritórios de contabilidade e de advocacia, lojas do varejo, shopping centers, salões de festas, salões de beleza e barbearias, hotéis, pousadas, restaurantes em sítios ou fazendas, além de comércio ambulante e diversas atividades ao ar livre, academias e centros de condicionamento físico.

O decreto assinado pelo prefeito Rubem Vieira, no entanto, determina que as atividades sejam retomadas segundo uma série de protocolos, respeitando, inclusive, as regulamentações de órgãos específicos, os limites de lotação dos espaços, distanciamento mínimo entre as acomodações de clientes. Também foram liberadas atividades culturais realizadas por artistas de rua e visitação a locais de interesse turístico. “É uma grande conquista para o setor de eventos, com as novas atividades liberadas. Um dia de cada vez! Flexibização não é relaxamento!”, manifestou-se o presidente Tadashi Tani, em publicação postada na rede social Facebook.

No documento encaminhado à prefeitura solicitando a flexibilização a Aciapi acentuava que o setor de eventos estava sendo frontalmente afetado pela pandemia, encontrando-se até então inerte. Na ocasião, Tadashi Tani salientava, ainda, que diante da situação de pandemia, a Prefeitura de Itaguaí deveria regulamentar a reabertura dos estabelecimentos dedicados à realização de eventos, instituindo um protocolo de segurança para que os profissionais do ramo possam oferecer seus serviços aos interessados, e que possam, enfim, saírem de uma inércia que já durava mais de cinco meses.

Ao Atual, Tadashi Tani voltou a reforçar o seu contentamento com a decisão do prefeito Rubem Vieira. “A prefeitura atendeu o pleito da Aciapi, de uma forma reduzida, mas já nos atendeu. Ou seja, mais uma conquista de um trabalho através do diálogo e do bom senso, pois para a covid-19 ainda não temos vacina, mas quanto à doença nós temos que manter a prevenção. Devemos lembrar que saúde e não é só um estado físico, mas também mental. E temos muitas pessoas sofrendo com depressão por causa dessa crise agravada pela pandemia, principalmente os profissionais autônomos”, disse ele.

 

Vetos e limitações mantidos para alguns setores

O decreto municipal manteve vetos à liberação de atividades como bailes, forrós, pagodes, funks, raves resenhas e festas que promovam a aglomeração de pessoas em restaurantes, bares, quiosques, casas noturnas, boates, danceterias, fazendas, chácaras, sítios, terrenos e outras propriedades privadas. No caso de circos e cinemas, esses estabelecimentos somente poderão funcionar adotada a modalidade drive-in, ou seja, com os espectadores no interior de seus carros.

 

“A flexibilização é resultado do diálogo e do bom senso, pois para a covid-19 ainda não temos vacina, mas quanto à doença temos que manter a prevenção. Devemos lembrar que saúde e não é só um estado físico, mas também mental. E temos muitas pessoas sofrendo com depressão por causa dessa crise agravada pela pandemia”

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!