quarta-feira, outubro 20, 2021
InícioItaguaíMorre Nelson do cachorro quente

Morre Nelson do cachorro quente

Morreu na noite deste domingo (25), por volta das 21h, Nelson Almeida dos Santos, o Nelson do cachorro quente, aos 69 anos de idade, no Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX), em decorrência da covid-19.  Ele vinha lutando pela vida desde 11 de abril, quando foi internado no HMSFX. Seu estado de saúde se agravou no dia 20, quando foi transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para ser entubado.

Nelson foi um dos pioneiros em comida de rua em Itaguaí, onde atuou desde 1989 vendendo cachorro quente na noite da cidade em dois endereços diferentes, ambos no centro. O primeiro foi próximo às Lojas Cem, onde ficou até 2010, quando passou o ponto sob a alegação de que iria se aposentar. Não conseguiu ficar muito tempo longe das ruas e no ano seguinte voltou a vender seu cachorro quente em frente à Casa & Vídeo, onde ficou a

Morreu na noite deste domingo (25), por volta das 21h, Nelson Almeida dos Santos, o Nelson do cachorro quente, aos 69 anos de idade, no Hospital Municipal São Francisco Xavier (HMSFX), em decorrência da covid-19.  Ele vinha lutando pela vida desde 11 de abril, quando foi internado no HMSFX. Seu estado de saúde se agravou no dia 20, quando foi transferido para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para ser entubado.

Nelson foi um dos pioneiros em comida de rua em Itaguaí, onde atuou desde 1989 vendendo cachorro quente na noite da cidade em dois endereços diferentes, ambos no centro. O primeiro foi próximo às Lojas Cem, onde ficou até 2010, quando passou o ponto sob a alegação de que iria se aposentar. Não conseguiu ficar muito tempo longe das ruas e no ano seguinte voltou a vender seu cachorro quente em frente à Casa & Vídeo, onde ficou até ser internado. Homem de grande caráter, pessoa simples e muito cativante. Tinha algumas tiradas inteligentes e o bordão “chuchu beleza” ficou sua marca.

Até o fechamento desta nota (23h30), a família não tinha informações sobre o enterro.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!