domingo, novembro 28, 2021
InícioItaguaíInea capacita técnicos para atuação em caso de presença de óleo nas...

Inea capacita técnicos para atuação em caso de presença de óleo nas praias do estado

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, promoveu na terça-feira (26),  a última etapa da capacitação dos municípios costeiros para atuação em caso de surgimento de óleo nas praias fluminenses.

O curso foi realizado em área da empresa Eletronuclear, em Angra dos Reis e contou com a participação de 38 técnicos dos municípios de Itaguaí, Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty,

Ministrado pela Gerência de Operações em Emergências Ambientais do Inea, a qualificação abrangeu aulas teóricas e práticas. Os participantes aprenderam sobre o protocolo internacional para limpeza de óleo nas praias e tiveram informações sobre os diferentes tipos de cenários, como costões rochosos, praias urbanas e as de difícil acesso, e como proceder em cada um deles, em caso de surgi

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, promoveu na terça-feira (26),  a última etapa da capacitação dos municípios costeiros para atuação em caso de surgimento de óleo nas praias fluminenses.

O curso foi realizado em área da empresa Eletronuclear, em Angra dos Reis e contou com a participação de 38 técnicos dos municípios de Itaguaí, Mangaratiba, Angra dos Reis e Paraty,

Ministrado pela Gerência de Operações em Emergências Ambientais do Inea, a qualificação abrangeu aulas teóricas e práticas. Os participantes aprenderam sobre o protocolo internacional para limpeza de óleo nas praias e tiveram informações sobre os diferentes tipos de cenários, como costões rochosos, praias urbanas e as de difícil acesso, e como proceder em cada um deles, em caso de surgimento de resíduo oleoso.

A segunda etapa da capacitação foi a realização de exercício prático onde os técnicos aprenderam sobre como proceder com a aproximação de mancha de óleo e retirada adequada do produto, bem como sobre a logística para a disposição temporária do resíduo oleoso.

No total, cerca de 200 pessoas, entre técnicos do próprio órgão ambiental estadual, de 22 municípios costeiros, da Defesa Civil Estadual e militares do Exército foram capacitados desde 24 de outubro.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!