sexta-feira, dezembro 3, 2021
InícioItaguaíStartup Rio seleciona 176 propostas inovadoras para incubação

Startup Rio seleciona 176 propostas inovadoras para incubação

SELEÇÃO PRELIMINAR O Programa Startup Rio selecionou 176 projetos, dentre 527 submetidos sobre inteligência artificial, internet das coisas, realidade estendida em áreas de energia, saúde, educação, segurança, óleo e gás, marketing e mídia, comércio digital. O Programa contempla equipes de Barra Mansa, Campos de Goytacazes, Engenheiro Paulo de Frontin, Itaperuna, Macaé, Mangaratiba, Petrópolis, Rio de Janeiro e Vassouras. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) anunciou que vai investir R$ 6 milhões nos projetos.

O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação disse que a escolha das melhores propostas do edital foi uma tarefa difícil. “A qualidade dos projetos apresentados é surpreendente a cada ano. Desejo sucesso aos que se propuseram a caminhar nessa jornada de empreendedorismo. O Startup Ri

SELEÇÃO PRELIMINAR O Programa Startup Rio selecionou 176 projetos, dentre 527 submetidos sobre inteligência artificial, internet das coisas, realidade estendida em áreas de energia, saúde, educação, segurança, óleo e gás, marketing e mídia, comércio digital. O Programa contempla equipes de Barra Mansa, Campos de Goytacazes, Engenheiro Paulo de Frontin, Itaperuna, Macaé, Mangaratiba, Petrópolis, Rio de Janeiro e Vassouras. A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) anunciou que vai investir R$ 6 milhões nos projetos.

O secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação disse que a escolha das melhores propostas do edital foi uma tarefa difícil. “A qualidade dos projetos apresentados é surpreendente a cada ano. Desejo sucesso aos que se propuseram a caminhar nessa jornada de empreendedorismo. O Startup Rio é referência nacional e motivo de orgulho para a população fluminense”, disse Leonardo Rodrigues.

Para o presidente da Faperj, Jerson Lima Silva, em meio à gravíssima crise de saúde por que passa o Rio de Janeiro e o país, com suas profundas repercussões na arrecadação estadual, a fundação não apenas manteve em dia o pagamento de todos os seus bolsistas, mas está garantindo um importante investimento de recursos nos projetos que lidam diretamente com o enfrentamento da pandemia.

Jerson Lima Silva disse que com a divulgação dos resultados da primeira etapa do Startup-Rio, a Faperj também fomenta o empreendedorismo, fundamental para que o estado encontre saídas criativas e duradouras para sua estabilização social e econômica. “Esse Programa tem como uma de suas maiores virtudes fazer com que os recursos cheguem a municípios fora da Região Metropolitana, como Macaé, Campos do Goytacazes, Mangaratiba, Vassouras, Itaperuna, entre outras. Não podemos pensar um programa pujante e justo de ciência, tecnologia e inovação para o estado do Rio de Janeiro sem que o investimento alcance suas regiões interioranas”, disse ele.

O coordenador geral do programa, Paulo Espanha, lembrou que o Startup Rio é o maior programa de desenvolvimento de novos empreendedores do Governo do Estado, tendo sido eleito pelo Ecossistema de Inovação como um dos 10 melhores do país em 2019.

“Uma das maiores virtudes é fazer com que recursos cheguem a municípios como Macaé, Campos do Goytacazes, Mangaratiba, Vassouras, Itaperuna. Não podemos pensar um programa pujante e justo de ciência, tecnologia e inovação para o estado sem que o investimento alcance o interior”

Jerson Lima Silva

Presidente da Faperj

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!