segunda-feira, outubro 18, 2021
InícioSem categoriaProjeto contabiliza 63 mil toneladas de pescado no Estado

Projeto contabiliza 63 mil toneladas de pescado no Estado

Entre os municípios monitorados pela atividade pesqueira estão Itaguaí e Mangaratiba Os primeiros resultados do Projeto de Monitoramento da Atividade Pesqueira no Estado do Rio de Janeiro já estão disponíveis. De acordo com os estudos, 61,9% da produção fluminense é proveniente da atividade industrial e 38,1% da pesca artesanal. A produção está em quase 63 mil toneladas de pescado. A iniciativa é fruto de parcerias do governo estadual com a Petrobras, Funbio e Fundepag, executada pela Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj), vinculada à Secretaria de Agricultura. “O monitoramento da pesca é o primeiro passo para um ordenamento pesqueiro adequado, que olhe a pesca como uma atividade complexa, composta pela parte ecológica, social e econômica”, explicou a coordenadora de Pesca da Fiperj, Ana Bevilacqua.

Entre os municípios monitorados pela atividade pesqueira estão Itaguaí e Mangaratiba

Os primeiros resultados do Projeto de Monitoramento da Atividade Pesqueira no Estado do Rio de Janeiro já estão disponíveis. De acordo com os estudos, 61,9% da produção fluminense é proveniente da atividade industrial e 38,1% da pesca artesanal. A produção está em quase 63 mil toneladas de pescado.

A iniciativa é fruto de parcerias do governo estadual com a Petrobras, Funbio e Fundepag, executada pela Fundação Instituto de Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj), vinculada à Secretaria de Agricultura.

“O monitoramento da pesca é o primeiro passo para um ordenamento pesqueiro adequado, que olhe a pesca como uma atividade complexa, composta pela parte ecológica, social e econômica”, explicou a coordenadora de Pesca da Fiperj, Ana Bevilacqua.

O projeto permite que se obtenha dados sobre produção, espécies capturadas, tipos de embarcações, aparelhos utilizados para a pesca, além de informações socioeconômicas das comunidades.

Com o trabalho foram monitorados os municípios de Cabo Frio; Arraial do Cabo; Araruama; Saquarema; Maricá; Niterói; São Gonçalo; Itaboraí; Magé; Duque de Caxias; Rio; Itaguaí; Mangaratiba; Angra dos Reis; Paraty; São Francisco de Itabapoana; São João da Barra; Campos dos Goytacazes; Quissamã; Macaé; Rio das Ostras; e Armação dos Búzios. Na pesca industrial, os municípios com maior produção são Niterói; São Gonçalo; Angra dos Reis; Cabo Frio; e São João da Barra.

Já na atividade artesanal se destacaram as cidades de São Francisco de Itabapoana; Angra dos Reis; Niterói; Cabo Frio; e Macaé.

Veja mais de:
Matérias relacionadas
- Advertisment -

Mais lidas

error: O conteúdo está protegido!